As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Física e literatura foram as mais difíceis para os candidatos, avalia Anglo

Redação

27 Novembro 2011 | 20h33

O coordenador do cursinho Anglo, Luis Arruda de Andrade, avalia que a prova da primeira fase da Fuvest foi de nível médio. Segundo ele, as disciplinas que mais exigiram dos vestibulando foram física e literatura. “As questõe de Física envolveram situações incomuns para os alunos. Já as de literatura apresentaram interdisciplinaridade, o que sempre representa uma dificuldade a mais”, disse.

Arruda também elogiou a disposição das questões que envolvem diversas disciplinas. “Antes, as interdisciplinares vinham no começo e, neste ano, foram para o meio do exame. Eu vejo isso como uma evolução”, afirmou. “De maneira geral, a prova foi bem feita.”

De acordo com o professor de matemática do cursinho, Glenn Van Amson, uma das questões da disciplina não tinha resposta correta. “A pergunta 62 da prova V falava de um polígono convexo com ângulo de 180º, o que não existe”. Para Amson, o erro deve ter atrapalhado os candidatos. “Você está num velocidade na prova e, de repente, se depara com problemas em uma conta relativamente simples. Acha que errou. Com isso, você acaba perdendo a auto-confiança.”