As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Faltou dado em questão de física da Unesp, dizem professores

Redação

19 Dezembro 2010 | 20h09

A maneira de resolver uma questão de física da prova de ciências da natureza e matemática aplicada neste domingo, primeiro dia da 2ª fase do vestibular da Unesp, dividiu professores de cursinhos. Mas eles são unânimes em afirmar que faltou um dado na questão 19: o grau do ângulo teta.

Para o professor do Objetivo Ricardo Helou Doca, a prova de física seria fácil se não fosse por essa questão. “Acho que houve um pequeno problema, mas que não invalida a questão”, disse. Segundo ele, como a Unesp não informou qual era o ângulo, o candidato teria de dar uma “resposta literal”, em que teta seria uma incógnita.

O coordenador de matemática do Etapa, Marcelo Dias Carvalho, concorda que a ausência do ângulo dificultou a questão. Assim, o aluno teria de elaborar a hipótese de que teta equivale a 45º. “Mas no momento da prova, em que o candidato está nervoso, isso não é uma saída trivial”, admitiu. “A banca vai ter de aceitar respostas diferentes.”

Na opinião do coordenador geral do Anglo, Nicolau Marmo, o estudante poderia aproveitar que a prova é discursiva para explicar até que ponto é possível responder à questão. “Não há motivo para anulação. O candidato responderia até onde desse e depois justificaria a ausência de um dado para terminar a resolução”, explicou.

Mais conteúdo sobre:

unespvestibular