Estudantes vão levar carta de renúncia para Rodas assinar
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Estudantes vão levar carta de renúncia para Rodas assinar

Redação

10 Novembro 2011 | 23h38

* Por Carlos Lordelo

Foto: Luíza Gancho

SÃO PAULO – Acabou às 23h10 a assembleia que determinou a manutenção da greve dos estudantes da USP. Os estudantes aprovaram a realização de um ato na quarta-feira às 16 horas diante da reitoria. Eles pretendem levar uma carta de renúncia para ser assinada pelo reitor da USP, João Grandino Rodas. No dia seguinte haverá nova assembleia, às 18 horas, na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU).

Os grevistas aprovaram como suas bandeiras “Fora PM de toda a sociedade” e a destinação de 10% do PIB para a educação pública. Também votaram a liberação de bandeiras de partidos políticos nas manifestações e uma moção de apoio à greve na Universidade Federal de Rondônia.

Duas propostas foram rejeitadas: a de realização de cadeiraços (bloquear acessos de faculdades com carteiras empilhadas) e a de fazer um abraço coletivo ao Conjunto Residencial da USP (Crusp) na segunda-feira.