As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘Escrevi só 4 linhas e desisti’, diz candidata de SP

Redação

04 Novembro 2012 | 17h32

* Por Davi Lira, de O Estado de S. Paulo

SÃO PAULO – Opinião unânime entre os primeiros candidatos a deixar a Uninove da Barra Funda, local de aplicação do Enem: a redação foi difícil e surpreendente. Tão complicada que Nataly Natanie, de 19 anos, por exemplo, desistiu. “Acabei escrevendo quatro linhas. Fiquei cansada”, disse a aluna, que também precisou encarar 45 testes de Linguagens e Códigos e 45 de matemática.

“Foi bem difícil elaborar a ideia. Estava imaginando que ia cair algo sobre meio ambiente ou política”, contou Amanda Fávaro, de 18 anos. “Acabei incluindo alguns dados e informações do material de apoio.”

A estratégia também foi utilizada por Giovana Victório, de 16. “Não sei se consegui me sair bem. Falei sobre os haitianos que estão no Brasil mas ainda não têm visto.”

Mesmo confuso, Alexandre Almeida, de 17, resolveu utilizar as informações que havia lido na última semana no noticiário. “Acabei falando dos estrangeiros que vêm para o Brasil porque são mais qualificados e acabam pegando emprego daqueles que nem sequer são alfabetizados.”