As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Escola da BA sofre apagão e aluno reclama de prejuízo

Carolina Stanisci

04 Novembro 2012 | 21h33

Estudantes que realizaram o Enem na cidade de Amargosa, no Recôncavo Baiano, foram prejudicados pela forte chuva registrada nesta tarde. Acompanhada de fortes ventos, ela destelhou várias residências e provocou um apagão em mais da metade da cidade. Apesar de o MEC ter considerado a situação contornada, o estudante Felipe Matos, de 24 anos, disse que vários candidatos foram afetados pela confusão e pelas dúvidas provocadas pelo incidente.

“Ainda não tinha dado 5 da tarde quando ocorreu o apagão. Um coordenador entrou na sala informando que, por orientação de Brasília, as provas seriam suspensas e nos dariam um horário extra para a conclusão do teste quando a energia retornasse”, disse Felipe, que prestou o Enem na escola Santa Bernadete, no centro de Amargosa. “Alguns alunos como eu, porém, continuaram fazendo e conseguiram terminar a prova. Mas não tenho a certeza de que isso aconteceu com todo mundo. Acho que muitos estudantes deixaram questões em aberto.”

Segundo Felipe, o falatório que tomou conta das salas de aplicação dos testes tirou a concentração dos estudantes. “Para dizer a verdade, não sei se a prova será validada, nem se os prejudicados terão outra oportunidade. Entreguei logo o meu teste e saí”, disse.