As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Em Ribeirão, aluno também acha Fuvest fácil

Redação

09 Janeiro 2011 | 17h22

 O tema da redação sobre o altruísmo no primeiro dia da 2ªfase da Fuvest agradou o vestibulando Lucas Zeoly, 17 anos, que tenta uma vaga em Química, na USP.

“Foi um tema fácil de desenvolver. Eu até já esperava algo nesse sentido”, disse Lucas. Quanto às questões de português ele também considerou fáceis. “Tinha bastante interpretação e pouca coisa de gramática”, afirmou.

O candidato a uma vaga de jornalismo na Escola de Comunicação e Artes (ECA) Caio Spechoto, de 18, disse que o primeiro dia de provas foi bastante tranquilo. “A parte de português exigiu mais interpretação. Nada muito conceitual”, comentou após fazer o exame na Faculdade de Economia e Administração da USP de Ribeirão Preto. Já na redação ele teve uma força dos professores. “Um dos meus professores já tinha comentado sobre o altruísmo, o que facilitou bastante”, afirmou.

Já Ana Flávia Kroistsfelt Alves, 18, considerou o tema da redação “um pouco difícil”. Mas no restante da prova não teve dificuldade. “Acho que dá para conseguir a minha vaga”, disse a candidata ao curso de Odontologia.

Mais conteúdo sobre:

Fuvest 2011vestibular