As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Deficientes reclamam de falta de estrutura para atendimento especial

Redação

04 Novembro 2012 | 11h45

* Davi Lira, de O Estado de S. Paulo

SÃO PAULO – Ao menos cinco alunos que fizeram o primeiro dia de provas do Enem na Uninove Barra Funda reclamaram da falta de infraestrutura para a realização das provas. “Não tivemos nenhum problema de solicitar o atendimento especial no momento da inscrição, mas o que a gente viu aqui é que nós fomos colocados apenas em uma mesma sala”,  diz Marcelo Martins, de 43 anos, que criticou a falta de instalações adaptadas.

Marcelo afirma que sentiu bastante desconforto durante a prova ontem. “Faltou o apoio das pernas e a mesa não estava regulada na minha altura.”

A cadeirante Nataly Natanie, de 19, também falou em desconforto. “Precisava de uma mesa mais baixa, mas vi q eu eles apenas separaram a gente e nos colocaram junto a outros cadeirantes”, diz.

Além disso, ambos criticaram a inclinação da rampa da Uninove que dá acesso à sala onde fizeram a prova.