As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Defensoria Pública em SP decide hoje se move ação contra Enem

Redação

19 Janeiro 2011 | 12h20

A Defensoria Pública da União (DPU) em São Paulo analisa a possibilidade de ingressar com ação civil pública para garantir aos participantes do Enem 2010 o acesso ao espelho das folhas de respostas e à correção da redação. Ontem, o órgão pediu na Justiça Federal para que o MEC torne públicas essas informações referentes a uma estudante.

Hoje à tarde, o defensor público-chefe, Marcus Vinícius Rodrigues Lima, também titular do Ofício de Direitos Humanos e Tutela Coletiva, vai se reunir com todos os defensores da área cível para verificar se há outras demandas referentes ao Enem. Se houver outras e se o objeto delas coincidir, a DPU pode ajuizar ação civil pública.

A DPU atende a pessoas com renda familiar de até R$ 1.500,00. Em São Paulo, a sede fica na Rua Fernando de Albuquerque, 155, Bela Vista. O horário de atendimento é das 8h30 às 10h30.

Leia também:

Defensoria pede na Justiça para ver prova de candidata do Enem

Ações na Justiça pedem suspensão de seleção de federais pela nota do Enem

Mais conteúdo sobre:

Defensoria PúblicaDPUenemsisu