As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Cursos presenciais se adaptam à tecnologia

Redação

21 Abril 2012 | 22h58

* Por Juliana Deodoro, especial para o Estadão.edu

A especialista em idiomas da Pearson no Brasil, Piri Szabo, diz que o curso presencial é ideal para alunos que necessitam de um ritmo de estudos e do monitoramento ao vivo do professor. “Ele é como um corredor que determina por onde o aluno deve passar.”

Gerente do Departamento Acadêmico da Cultura Inglesa, Lizika Goldcheleger ressalta a importância do presencial. “O aluno sente o impacto do que diz, tem a orientação do professor e pode se comparar aos colegas.”

O produtor de cinema Rômulo Errico, de 31, já teve aulas de inglês em diversos períodos dos últimos 20 anos, sempre em sala, “Aprendo muito com a dúvida dos outros.” Mesmo assim, ele não dispensa a plataforma online da escola. “É dinâmico, tem mais a ver com a minha vida”, diz.

“Cursos presenciais que não oferecem plataformas online se distanciam dos alunos”, afirma Marc Boisson, diretor pedagógico da Aliança Francesa.