As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Com menos questões, Fuvest foi mais fácil, avalia Oficina do Estudante

Redação

09 Janeiro 2012 | 19h39

* Por José Roberto Gomes, especial para o Estadão.edu

O colégio Etapa considerou o exame do segundo dia da Fuvest como sendo de fácil resolução. “É uma prova que cobrou temas clássicos, temas recorrentes. Não é uma prova complicada, mas é uma prova trabalhosa”, comenta Célio Tasinafo, diretor pedagógico da Oficina do Estudante. Ele, no entanto, alerta que perguntas fáceis podem, justamente, atrapalhar os candidatos. “Eles precisam organizar bem a resposta. Se acharem que dominam o assunto, podem sair escrevendo muito e, com isso, as chances de errar aumentam.”

Para Tasinafo, a prova está dentro do padrão Fuvest. “Mas, como tem menos questões, deve ter sido mais fácil que as dos outros anos.” Nesta segunda-feira, o vestibular cobrou história, geografia, matemática, física, química, biologia e inglês. Ontem, foram feitos os testes de português e a redação. Amanhã, serão provas de conhecimentos específicos, dependendo do curso escolhido pelo candidato.