As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Chegou ao fim

Redação

28 Agosto 2012 | 19h03

KarlaLopez__1_.jpg

As dez intensas semanas do Graduate Studies Program 2012 na Singularity University (SU), oportunidade única que tive aqui nos Estados Unidos por meio do Call To Innovation, promovido pela FIAP em parceria com a SU, chegam ao fim. Foram dois meses com mais de 160 palestrantes compartilhando suas experiências e descobertas em áreas como Energia, Espaço, Medicina, Robótica e Inteligência artificial, treze horas por dia e seis dias por semana.

Nas duas últimas semanas, nós, os 80 alunos, vindos de 36 países, nos organizamos em 21 grupos para propor soluções que impactassem positivamente um bilhão de pessoas nos próximos dez anos.

Os resultados do exercício não falham à missão: educação, emprego, saúde, política, agricultura e água, todas as soluções aplicando tecnologias exponenciais com poder de ampliar os impactos dos projetos e estender os benefícios a países em desenvolvimento foram atendidas.


Alguns times apresentaram protótipos funcionais como o MedSensation, uma luva coberta de sensores com a visão de levar exames antes só possíveis com a presença de um médico para as mãos de um paciente comum, e o Infitinty UAV, que pretende voar experimentos científicos em gravidade zero por uma fração do preço atual usando drones, pequenos aviões controlados remotamente.

Infinity UAVS from Manu Sharma on Vimeo.

Pela primeira vez, um GSP da SU escolheu como orador da classe um brasileiro, Tiago Mattos, fundador da Perestroyka, escola de criatividade. Ao invés de escrever um discurso, Tiago preferiu o crowd-sourcing, dando a todos os alunos a oportunidade de escrever uma frase sobre a sua experiência no NASA Ames Research Center neste verão. O que teve resultado final divertidíssimo, como disse Tiago no seu encerramento, “Este discurso não é só uma analogia aos nossos novos papéis que é inspirar e dar poder as pessoas, mais uma analógia a Singularity – uma comunidade que respeita e dá voz a todos”.