As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Candidatos saem animados da Fuvest

Redação

10 Janeiro 2012 | 17h41

* Por Lorena Amazonas, especial para o Estadão.edu

SÃO PAULO – Bruna Ribeiro Franco, de 17 anos, que presta vestibular para Matemática, achou que as provas de hoje ficaram dentro do esperado. “Não tive surpresas. Tudo que caiu na prova, eu tinha estudado”, diz a estudante que fez provas de matemática e física. “Não é um bicho de sete cabeças, dava para fazer”.

Aline Yoda, de 20 anos, achou ainda mais fácil que suas expectativas. “Já apaguei da memória quais eram as questões, mas resolvi sem problemas”, afirma a aluna do cursinho da Poli, que presta vestibular para Enfermagem. Agora, Aline diz que precisa tentar conter a ansiedade e esperar o resultado da Fuvest e da Unifesp, que prestou em dezembro. “Não quero nem olhar as correções”, afirma.

Para André Barrichello, de 20 anos, candidato de Farmácia, as provas de Biologia, Física e Química  tiveram temas previsíveis e tradicionais da Fuvest. “A única questão que deu mais trabalho foram as estruturas de química, que demandavam tempo”, contou o estudante do Etapa.

Mas ninguém parecia mais animada do que Mariana Zocchi, de 18 anos. A candidata de Letras deixou a sala de provas pronta para a festa de comemoração de seu aniversário. “Foi dia 31 de dezembro, mas por causa da Fuvest ainda não pude reunir os amigos”.  Ao ser questionada sobre o que faria caso não fosse aprovada, Mariana foi enfática: “Não estou contando com isso”.