As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Candidatos opinam sobre prova de domingo

Redação

10 Janeiro 2011 | 13h02

No segundo dia de vestibular da Fuvest, os estudantes ouvidos pelo Estadão.edu no câmpus da Uninove, na Barra Funda, deram suas opiniões sobre a prova deste domingo, de língua portuguesa e redação. Fernando Muniz, 18 anos, vestibulando de Direito, afirma que ontem foi um dia tranquilo de provas. “As perguntas estavam trabalhosas, mas não apresentavam elevado grau de dificuldade”.

Para Márcio Albano, 20 anos, vestibulando de Engenharia Elétrica, as questões estavam mais complexas e trabalhosas que nos anos anteriores.

Pâmela Leone, 18 anos, vestibulanda de Artes Cênicas, reclama que a prova de domingo priorizou quem leu os livros recentemente. “Exigiram uma riqueza de detalhes muito grande e como os li faz tempo, acabei me prejudicando”, disse. “Mas coloca aí que eu fui bem, e meus adversários que se cuidem”, brincou.

Felipe Freire, de 18 anos, que concorre a uma vaga em Geologia, disse que a prova de ontem foi rápida, apesar de não ter sido fácil, e que saiu às 15h45, e tem a mesma expectativa para hoje. “Ou vou saber fazer tudo, ou eu zero”.

Segundo Clara Castellotti, de 18 anos, candidata de Pedagogia, a prova de ontem não foi difícil, mas a de hoje promete ser “um bicho de sete cabeças”, já que a estudante não tem facilidade em exatas.

(Felipe Mortara, de São Paulo)

Mais conteúdo sobre:

domingofuvestprovavestibulandos