As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Candidatos ganham frutas antes da prova da Fuvest em Campinas

Redação

27 Novembro 2011 | 12h33

* Por Rose Mary de Souza, especial para o Estadão.edu

CAMPINAS – Os portões da Unip, onde será aplicada a prova da primeira fase da Fuvest em Campinas, já foram abertos. Algumas vias de acesso ao local, no bairro do Swist, estão com trânsito carregado. Enquanto isso, divulgadoras de cursos pré-vestibulares estão distribuindo até frutas aos vestibulandos. O Objetivo, por exemplo, disse que vai dar 450 maçãs aos candidatos.

E a Fuvest já virou sinônimo de promessa para o vestibulando Lucas Vieira, de 27 anos, do Rio, cujo cabelo bate quase na cintura. “Se passar, aí a gente corta”, disse o rapaz, que vai tentar vaga em Medicina, o segundo curso mais concorrido da Fuvest, com 51,18 candidatos por vaga.

Já Paula Ximenes, que busca uma vaga em Biologia, acredita que o vestibular deste domingo poderá ser mais tranquilo que o da Unicamp, ocorrido no último dia 13. “Não vai ter redação, vai ter mais tempo para as questões.”