As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Candidatos de Porto Alegre criticam tema da redação

Carolina Stanisci

04 Novembro 2012 | 18h06

* Por Lucas Azevedo
PORTO ALEGRE – Em Porto Alegre, os estudantes que realizaram a segunda prova desta edição do Enem reclamaram do tema da redação, sobre imigração no Brasil no século 21. No campus da Faculdade Porto-Alegrense (Fapa), na zona norte da cidade, comentários em diversas rodas de amigos criticaram o assunto escolhido. Muitos tinham se preocupado em concentrar seus preparativos em assuntos mais em evidência, como a Copa de 2014 ou o mensalão.
Também não faltaram críticas à prova de matemática. “Estava muito cansativa”, avaliou a estudante Bárbara Pauli, de 17 anos. Cursando o terceiro ano do ensino médio, ela pretende entrar na faculdade de Direito, a exemplo de seus dois irmãos mais velhos. Mas o fator que mais atrapalhou a jovem no exame foi o calor. “Estava muito quente na sala e, ainda por cima, sentei num lugar longe do ventilador.”

“A prova estava muito cansativa. Eram muitos textos para ler, e a gente era obrigado a voltar e reler toda questão”, disse a terapeuta especialista em iridologia Cleusa Partichelli, 54. “Não achei a redação difícil, mas perdi muito tempo com o restante da prova.”

Cleusa concluiu o colégio há muito tempo, mas voltou a estudar e quer uma vaga em Psicologia. “Faz tempo que concluí o ensino médio, mas estou sempre ativa. Queria um curso de neurociência e não achei. Por isso vou tentar psicologia, para entender a mente humana.”