As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Candidata viaja quatro horas de ônibus para fazer prova

Redação

09 Janeiro 2012 | 14h00

* Por José Maria Tomazela

SOROCABA – A estudante Letícia Oliveira, de 18 anos, viaja quatro horas de ônibus todos os dias para prestar a segunda fase do vestibular da Fuvest em Sorocaba. Ela mora em Capão Bonito, a 125 km, e toma o ônibus das 5h40 na rodoviária da cidade. Em Sorocaba, ela usa um ônibus urbano para chegar ao local da prova, o prédio da Universidade Paulista (Unip), no bairro do Éden. Hoje (9), às 10 horas, ela já aguardava a abertura do portão.

“Fui a primeira a chegar”, disse, contando que não tem parentes na cidade, por isso prefere tomar outro ônibus de volta para casa. “Chego em casa à 9h30 da noite e vou direto para a cama, pois tenho de levantar muito cedo.” A estudante quer fazer Letras na Universidade de São Paulo (USP) e está esperançosa. “Fui muito bem na prova de ontem (domingo) e hoje só estou preocupada com matemática e química.” Desta vez, não houve retardatários para o início da prova.

Documento.O estudante Matheus Domingos de Oliveira esqueceu a cédula de identidade e entrou na sala condicionalmente. A mãe do rapaz chegou apressada com o documento quando o portão já estava fechado, mas ele pôde realizar o exame.