As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Cadeirante acompanha filho para fazer a prova do Enem em Tatuapé

Redação Estadão.edu

03 Novembro 2012 | 13h01

*Por Cristiane Nascimento, especial para o Estadão.edu

Orlando de Almeida, de 53 anos, é cadeirante e acompanhou o filho Marcus Vinícius Souza de Almeida, de 16, para fazer o Enem. O adolescente é aluno do 3.º ano  e pretende cursar Educação Física. Os dois foram de ônibus de Artur Alvim, na Zona Leste, até a Uniban Anhanguera do Tatuapé. Orlando, que está desempregado, vai esperar o filho até o fim da prova, assim como fez com a filha mais velha.

ENEM2012_sab_orlandodealmeida_CRISTIANENASCIMENTO_WEB.jpg
Orlando de Almeida vai esperar o filho até o fim da prova

O pai de Marcus Vinícius estudou somente até a sétima série dentro da AACD. Orlando, que passou por 18 cirurgias, desistiu dos estudos pela quantidade de tempo que passava hospitalizado. Atualmente a ex-mulher de Orlando e sua filha mais velha são quem sustentam a casa. “Ver meus filhos buscando o ensino superior é um grande orgulho. Isso mostra que ele quer ser alguém na vida”. Além do tempo na escola, Marcus  têm dedicado horas ao estudo quando está em casa.

Mais conteúdo sobre:

educaçãoenemvestibular