As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Alunos apostam em ‘Primavera Árabe’ como tema na prova de Ciências Humanas

Redação Estadão.edu

03 Novembro 2012 | 13h02

* Por Cristiane Nascimento, especial para o Estadão.Edu

SÃO PAULO – Luiza Coelho, de 17 anos, chegou irritada à Uniban do Tatuapé. Ao contrário da maioria das amigas do colégio Visconde de Porto Seguro, localizado no Morumbi, zona sul, a estudante foi uma das únicas a ter de atravessar a cidade para fazer a prova. A adolescente foi levada até o local pelo pai e levou uma hora para chegar do Morumbi até o Tatuapé.

Luiza encara o Enem como mais uma possibilidade para entrar na faculdade. A jovem quer cursar Arquitetura e vai prestar Fuvest e Mackenzie – neste caso, o Enem pode lhe servir como porta de entrada.  A principal aposta dela para as questões de atualidades é Primavera Árabe.

Além de Luiza, o casal de namorados Luiz Barros, de 19, e Maria Paula Santos,  de 16, apostam no tema como um forte candidato às questões de atualidades. Além disso, o cala acredita que o novo Código Florestal também pode ser citado. Luiz Barros vai refazer o exame novamente, pois não foi muito bem no ano passado, e busca uma vaga em Sistemas da Informação na Faculdade de Informática e Administração Paulista (FIAP), USP ou Unesp. Já Maria Paula Santos presta pela primeira vez e tenta controlar a ansiedade para obter um bom resultado e entrar em um curso de Jornalismo, seja na Unesp, USP ou Cásper Líbero.