As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Alunos acham Enem fácil em Salvador

Carolina Stanisci

03 Novembro 2012 | 18h29

*Por Tiago Décimo

SALVADOR – Assim que o portão do Colégio Estadual Thales de Azevedo, no bairro Costa Azul, em Salvador, foi aberto para a saída dos estudantes que prestaram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), Eva Gaudêncio, de 21 anos, deixou a instituição. Sorridente, disse ter achado as provas do primeiro dia do exame “fáceis” e elogiou a organização na aplicação.

“Foi melhor que nos anos anteriores, na chegada, na entrega das provas, na autorização para começar a responder”, disse a estudante, que participa do exame pelo terceiro ano consecutivo, na busca por uma vaga em Serviço Social. “A prova também estava melhor, com bastante interpretação de texto, mas estava fácil. Apenas as provas de química e física estavam um pouco mais trabalhosas, por causa dos cálculos.”

As impressões de Eva foram comuns às da maioria dos estudantes que fizeram prova no local e na Faculdade Estácio-FIB, no bairro do Stiep. “Foi uma prova tranquila, sem grandes dificuldades”, disse o vendedor Rafael Barreto, de 25 anos, que presta o exame pela terceira vez. Sem poder levar a prova para casa, ele anotou todas as alternativas marcadas na palma da mão, para comparar com o gabarito, quando for divulgado. “Tirei uma foto da mão com o celular, depois é só conferir.”