Transição do Infantil para o Fund 1: cuidados para facilitar a adaptação

Transição do Infantil para o Fund 1: cuidados para facilitar a adaptação

Escola Morumbi

26 Janeiro 2016 | 18h06

A transição do ensino infantil para o fundamental nem sempre é fácil. Não somente pelas diferenças na grade curricular, mas também nos casos em que a criança troca de escola. É comum ela se sentir insegura. No entanto, tomando alguns cuidados, é possível facilitar esse momento de adaptação.

1-    Invista no diálogo

O primeiro passo é sempre conversar com a criança, explicando por que ela precisa mudar de escola e o que será diferente dali para frente. O momento para se fazer essa conversa deve ser próximo ao início das aulas, para não gerar muita ansiedade.

2-    Apresente a nova escola

Alguns pais levam a criança para conhecer a escola ainda durante o processo de escolha. Caso você prefira fazer isso só depois da matrícula, mesmo assim não deixe de levar a criança para conhecer o espaço físico do colégio antes do início das aulas, para que ela possa ter contato com pessoas com as quais ela vai conviver, como funcionários e professores.

3-    Conte a sua história

Uma das melhores maneiras de transmitir segurança para o filho é contar as próprias experiências. Dizer que tanto o papai quanto a mamãe já passaram por isso.

4-    Nada de comparar as escolas

Se a mudança de escola já é difícil por si só, tudo pode ser ainda mais complicado se os pais ficarem comparando o colégio novo ao antigo. Entenda que cada um foi importante ao seu tempo e passe isso ao seu filho.

5-    Não gere ainda mais ansiedade

Pais que falam muito e ficam levantando situações que podem ocorrer no primeiro dia de aula acabam por gerar ansiedade nos pequenos. Limite-se apenas a responder possíveis dúvidas da criança, e não retomar o assunto toda hora.

6-    Prepare tudo com antecedência
Deixe o uniforme, o lanche e a mochila preparados no dia anterior, sempre convidando a criança para participar desse momento. Isso ajuda a criança a entender a necessidade de ter uma rotina de organização, além de deixá-la mais tranquila.

7-    Coloque o filho na cama cedo

Quanto mais nova a criança, maior a quantidade de horas que ela precisa dormir por noite. Estimular a criança a dormir cedo é importante para o desenvolvimento dela e irá garantir que ela acorde disposta e pronta para aprender no dia seguinte. Uma forma de ajudá-la a dormir cedo é contar histórias. Se a criança estiver muito ansiosa, é possível ficar no quarto com ela até que consiga dormir.

8-    Seja organizado

Imprevistos sempre acontecem, mas deixar tudo preparado e organizado é uma boa maneira de evitá-los. Acordar a criança na hora, evitar atrasos e oferecer uma refeição adequada são boas dicas.

9-    Não faça a clássica pergunta: “Como foi o primeiro dia?”

Em vez de encher a criança de perguntas já no portão de saída da escola, prefira deixar que ela mesma tome a iniciativa de contar como foi a experiência na hora que tiver vontade. Dê um tempo e, se perceber que a criança está muito calada, aí sim pergunte o que aconteceu.

10-  Incentive a vencer desafios

Se a criança estiver desconfortável depois do primeiro dia de aula, você deve ter uma conversa com ela e explicar que isso é normal e vai passar com o tempo. Diga que os desafios sempre existirão, mas que ele é capaz de superá-los, estimulando a autoconfiança.

Elizabete Duarte, Coordenadora do Ensino Infantil

 

11717553_395650040627673_6900835630692553427_o

A transição é mais complicada quando as crianças, e esse é a maioria dos casos, acabam tendoe de trocar de escola para seguir os estudos