As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

CHEGA DE ENROLAR. A HORA PARA SE PREPARAR PARA SEU MBA É AGORA.

Paula Braga

22 Fevereiro 2016 | 16h18

A árvore de Natal foi guardada, o carnaval terminou e os supermercados começaram apresentar seus primeiros ovos de Páscoa.  Não tem mais jeito.  É hora de tomar coragem e assumir que o ano oficialmente começou.

 

Já é praticamente março.  Aquele primeiro round de inscrição para as universidades gringas que parecia tão distante está só a 6 meses de distância.  Então, se você tem pretensões de fazer parte da classe de 2017, a hora para começar a se preparar- se não o fez ainda – é agora.

 

“Mas ainda falta tempo!  Os temas das redações das faculdades nem foram divugados ainda!”  Fato.

 

Porém há muitas coisas que voce já pode/deve fazer:

 

1)    Garantir sua nota no GMAT.  Eu sei, é óbvio, não é mesmo?  Mas o fato é que a maioria das pessoas que vem conversar comigo ainda não tem a nota que precisam.  Com 720 você estará no top 10% dos candidatos e na média para escolas top.  Como referência:

  1. GMAT de 720 a infinito – Harvard, Wharton, Stanford e Booth
  2. GMAT de 710-720 – NYU, Berkeley, Columbia, Tuck, MIT, Kellogg

 

Vale ressaltar que essas medias valem para os alunos em geral  Latino-americanos tem uma media um pouco menor, assim como as mulheres.  A maioria das pessoas terá que fazer mais de uma prova para chegar nesses resultados. Então, se você não passou de primeira, não tema.  Está em excelente companhia.

 

Não está conseguindo tirar a nota? Além de cursos online, há professores particulares específicos para ajudar com essa prova.  Corra que a agenda deles lota rápido.  E lembrando que o GMAT é só um dos critérios a ser avaliado.

 

2)    TOEFL – a nota requerida varia de 100 a 110.  Em comparação ao GMAT, o TOEFL acaba ficando fácil.  Então foque o estudo no GMAT e, uma vez que tenha sua nota garantida, dedique alguns dias para entender como funciona a prova do TOEFL.

 

3)    Ajuste seu CV em inglês. Toda universidade pedirá isso.  Uma página.  Em inglês.  Verbos de ação.  Sem falsa modéstia.  Resultados mensuráveis quando possível.  Já que seu CV ficou excelente, aproveite e atualize seu linkedin também.

 

4)    Auto-conhecimento.  MBA é um investimento alto de tempo, energia e dinheiro.  Por que mesmo você quer investir nele?  Qual impacto que você quer criar?  Como MBA se encaixa nisso? Toda escola vai te perguntar isso.  Não deixe para se fazer essas perguntas só quando tiver que escrevê-las nas redações.

 

5)    Verifique se não há gaps no seu currículo.  Você diz querer ser um grande líder depois do MBA, mas nunca liderou nem um estagiario?  Hmmmm….então como você sabe que gostaria de ser um grande líder?

Por que não usar o tempo que tem entre agora e a data do primeiro round para criar algum tipo de experiencia que tenha a ver com o que busca?  Torne-se líder da equipe de basquete do seu clube, lidere a área de marketing daquela ONG perto da sua casa, solicite a seu chefe para liderar aquele projeto que ninguém quer no seu trabalho.  Enfim, mostre que o que você está dizendo querer está coerente com suas experiencias demonstradas

 

6)    Faça sua lição de casa a respeito das escolas.  Converse com ex-alunos, destrinche o site, participe de eventos das universidades, visite as escolas.  As escolas querem ver que você entende por que elas são especiais.   Consiga dizer especificamente porque aquela escola é exatamente o que você precisa para atingir seus objetivos.  E, adicionalmente, pense em como você poderá contribuir com aquela escola.

 

Ou seja….se você estava entediado, esperando o tempo passar para poder se inscrever nas faculdades, seus problemas acabaram!  Você tem pelo menos 6 sugestões de como se preparar desde já para seu iminente MBA!

 

Divirta-se!