As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

C – Currículo

Claudia Gonçalves

14 Junho 2012 | 19h23

Além das provas de TOEFL, GMAT, histórico escolar da faculdade e se pertinente da pós graduação,  faz parte do application form incluir um CV de 1 a no máximo 2 páginas (cada escola adota sua própria regra quanto ao tamanho).

O CV  será usado como um primeiro contato com as principais experiencias do candidato, nas áreas acadêmica, profissional e extra-curricular, nesta ordem. Portanto, é um dos primeiros filtros de seleção no processo. Se o conjunto de histórico escolar, provas e CV não formarem um bom conjunto, o comitê de admissão já manda o e-mail padrão de “sinto muito mas você não foi selecionado”.

Aqui vão algumas dicas de como construir um bom CV.

 

Exemplo de CV

 

 

NOME DO CANDIDATO

Nome da rua e número

Cidade, CEP e país

número do telefone

e-mail

 

 

EDUCATION:

 

Nomeda  Universidade        Cidade, Estado, País

Nome da Faculdade, Cidade, País

Graduação (Bachelors in XXX), mês e ano, GPA ou posição (e.x. top 5%)

Área de especialização, prêmio recebido, ou posição de importância

 

(faça o mesmo para outras faculdades)

 

 

PROFESSIONAL EXPERIENCE

 

Nome da Empresa                                       Cidade, Estado

período                       Posição ao deixar a empresa

  • lista de realizações
  • lembre-se de usar os verbos no passado
  • mencione resultados
  • Use o número de bullet points para dar ênfase a posição. Posições mais recentes devem ter mais bullets.

 

(faça o mesmo para outras empresas)

 

 

COURSES

 

Nome da Empresa/Instituto                                                           Cidade, Estado

período                       Nome do curso, Número de horas

  • Apenas cursos profissionalizantes

 

 

ACTIVITIES AND SKILLS

· Línguas e grau de proficiência

· Interesses pessoais que não sejam simplesmente reading e jogging

  • Instituições de caridade das quais faz parte, posição, desde mês/ano
  • Instituições profissionais das quais é membro, posição, desde mês/ano

 

(pode-se criar subgrupos para destacar os muitos programas, línguas ou interesses)

 

É muito importante descrever de forma concreta e tangível o que você fez, qual foi o resultado – seja quantitativo ou qualitativo, procurando dar detalhes que mostrem seu nível de responsabilidade e sua capacidade de liderança.

Quanto mais concreto e tangível o seu CV, melhor será a visão que o comitê de admissões terá de sua experiência e de como você contribuirá no programa.  Além disso, é provável que o entrevistador receba seu CV e que o utilize como base para a entrevista.