As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

C – Checagem de informações

Claudia Gonçalves

17 Janeiro 2013 | 21h55

Nos últimos anos as escolas vêm dando maior atenção e foco à checagem dos dados que os candidatos alegam em suas aplicações.  Há pelo menos duas empresas especializadas em verificação de dados e históricos pessoais que têm parceria com as principais escolas: Kroll, Inc. e Re Vera.

Esta verificação ocorre depois que o candidato recebe o convite para matricular-se na escola e decide fazer o depósito para garantir sua vaga. As escolas vão verificar empresas em que trabalhou; salário anual; se os recomendadores o conhecem e escreveram suas cartas de recomendação. Portanto, é importante que você realmente tenha tudo bem documentado.  Por exemplo, se você diz que ganhou um bônus de R$20 mil, mas a sua empresa diz que seu bônus foi R$10 mil e os outros  R$ 10 mil foram de comissão, isso pode lhe gerar um problema. Antes de preencher o formulário com estes dados, vá até o departamento de RH de sua empresa e veja como estão os números ali.

Quem é empreendedor também terá um trabalho adicional em documentar ou comprovar clientes, recebimentos, trabalhos executados.  Cópias de e-mails, contratos, extratos de bancos são alguns documentos que poderá ter que apresentar.  Se acaso for citar algum curso não concluído, seja cuidadoso em mencionar que não o terminou.

Embora esse escrutínio seja mais frequente com candidatos americanos, acredito que em breve deve se intensificar por aqui também. Em suma, não subestime o tempo que precisará para coletar todas essas informações biográficas e ter suas comprovações. Nem tudo é verificável, mas procure se munir do máximo de documentação que puder para este momento pós-envio da aplicação.

Mesmo em trabalhos voluntários, procure ter consigo telefone, pessoa responsável pela instituição ou mesmo peça uma declaração simples de que fez tais serviços. Embora não seja comum, caso um candidato não consiga comprovar o que alega em sua aplicação, pode ter sua oferta de vaga na escola retirada, sem devolução do valor de matrícula e sem muitas explicações a dar aos familiares e colegas de trabalho…