Alunos desenvolvem mapa conceitual na aula de Língua Portuguesa

Alunos desenvolvem mapa conceitual na aula de Língua Portuguesa

Escola Lourenço Castanho

18 Maio 2017 | 16h36

Um dos conteúdos mais desafiadores para os alunos dos 8º anos costuma ser o estudo da análise sintática e a apreensão dos conceitos requeridos para esse estudo. Analisando maneiras de superar essas dificuldades, em 2016, foi desenvolvido um trabalho em sala para que, juntos, os alunos construíssem mapas conceituais que ajudassem no entendimento do assunto.

Para início da atividade, a professora fez a seguinte questão: O que o predicado pode dizer sobre o sujeito? Ela propôs um bate-papo para que os alunos dissessem o que já sabem ou deduzem sobre o tema estudado. Partindo disso, conceitos foram criados para a construção de sua estrutura.

Após a discussão sobre predicado, seguiu-se também a discussão sobre os termos que o compõem: verbos, complementos, predicativos e adjuntos. Fazer esse processo ajudou na construção da lógica sintática.

Exercícios de gramática e do livro didático foram realizados para sistematização, fixação e aplicação dos conceitos trabalhados. Assim, conteúdos já passados foram revisados para a construção do mapa conceitual.


Foram feitas questões para dar introdução ao processo como: O que é um mapa conceitual? Já fizeram um mapa conceitual? Sobre qual assunto? De que forma isso pode nos ajudar nos estudos?

Orientados pela professora, os alunos dividiram-se em duplas e criaram o mapa dos conceitos de sintaxe. Por meio da produção, pode-se perceber o nível de apreensão dos alunos, quais conceitos deveriam ser compreendidos melhor, se mereciam uma revisão a mais ou se necessitavam de atividades de sistematização.