Psicopedagogia e contextos de aprendizagem
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Psicopedagogia e contextos de aprendizagem

Instituto Singularidades

17 Abril 2018 | 10h21

O que é a Psicopedagogia?

De acordo com o Artigo 1º do Código de Ética do Psicopedagogo, a “Psicopedagogia é um campo de atuação em Educação e Saúde que se ocupa do processo de aprendizagem considerando o sujeito, a família, a escola, a sociedade e o contexto sócio-histórico, utilizando procedimentos próprios, fundamentados em diferentes referenciais teóricos”.

Dessa forma, compreende-se que a Psicopedagogia se constitui como campo de estudos e de atuação que tem na aprendizagem humana o seu principal objeto de estudo. Para isso, constitui-se como área interdisciplinar que promove a atuação em contextos culturais e institucionais diversificados em que a aprendizagem ocorre.

Jorge Visca, um dos fundadores da Psicopedagogia como área do conhecimento e de intervenção, afirma que a aprendizagem não se restringe à escola – ela é considerada, sim, uma das melhores formas de promover a aprendizagem, porém não é o único contexto de aprendizagem. Para o autor, que recebeu influência de autores como José Bleger e Pichon-Rivière em seu percurso acadêmico na Argentina, a aprendizagem se produz no sujeito e cabe ao psicopedagogo compreender esse sujeito em suas diferentes formas de expressão. Somente a partir dessa compreensão, é possível propor experiências de aprendizagem significativas e coerentes com a história de vida de cada um.

A Psicopedagogia se constitui como uma área de estudos e um campo de atuação na interface entre Psicologia, Saúde, Educação, Psicanálise e outras áreas do conhecimento. Ela lida com processos de ensino e aprendizagem e, para isso, requer um olhar amplo sobre a complexidade das abordagens que envolvem os diversos modos de aprender e ensinar, as práticas educacionais e os seus contextos de intervenção – que podem ser voltados para indivíduos, grupos e/ou instituições.

Nesse sentido, entende-se que a Psicopedagogia está alinhada a uma perspectiva inclusiva na Educação, pois ela busca compreender e intervir nos diferentes modos e contextos de aprendizagem, considerando que todo ser humano tem potencial para aprender. Sua área de atuação pode incluir o indivíduo, a família e a comunidade, considerando os processos de aprendizagem de crianças, jovens e adultos.

Como afirma Jorge Visca, para uma pessoa “a aprendizagem abre o caminho da vida e do mundo”!

Quem é o psicopedagogo e onde ele pode atuar?

No Brasil, a ausência de uma regulamentação específica sobre a profissionalização do psicopedagogo abre brechas para uma diversidade de cursos de formação. Geralmente, o psicopedagogo é um profissional da área da Saúde ou da Educação, mais especialmente da Educação, que lida cotidianamente com as questões e os desafios da aprendizagem.

A Associação Brasileira de Psicopedagogia (ABPp) dispõe sobre as Diretrizes da Formação de Psicopedagogos no Brasil, destacando que ela pode ocorrer em cursos de graduação e/ou cursos de pós graduação lato sensu em Psicopedagogia.

De acordo com o referido documento: “O psicopedagogo é o profissional habilitado para atuar com os processos de aprendizagem junto aos indivíduos, aos grupos, às instituições e às comunidades. […] O psicopedagogo é o profissional que deve assegurar:

a)  a produção e divulgação do conhecimento científico e tecnológico relacionado com a aprendizagem humana;

b) os compromissos éticos e políticos com a Educação de qualidade para todos

c) a articulação com os demais profissionais da Educação e da Saúde para a construção de uma sociedade justa, respeitando a equidade e a diversidade, onde todos tenham o direito ao aprender”

A ABPp também escreveu o Projeto de Lei No 3512 de 2008, que dispõe sobre a regulamentação do exercício da atividade de Psicopedagogia, que se encontra atualmente em tramitação.

Basicamente, temos uma variedade de cursos pelo Brasil que buscam formar especialistas em Psicopedagogia. Entre as principais habilidades do psicopedagogo, podemos destacar o planejamento, a intervenção e avaliação dos processos de aprendizagem nos mais variados contextos, mediante a utilização de instrumentos e técnicas próprias da Psicopedagogia.

Um dos grandes diferenciais do curso de Psicopedagogia do Instituto Singularidades é a possibilidade de instrumentalizar o profissional para atuar na área educacional com recursos teóricos e metodológicos específicos e inovadores, colocando em marcha um processo de aprendizagem significativo que amplie as possibilidades de desenvolvimento de cada sujeito aprendiz.

O curso de pós-graduação em Psicopedagogia do Instituto Singularidades

No curso de Psicopedagogia: práticas educacionais e contextos de intervenção do Instituto Singularidades serão abordadas diferentes dimensões psicológicas do desenvolvimento humano e da aprendizagem, considerando seus aspectos históricos, sociais e culturais, assim como suas implicações para a educação. Ainda, serão trabalhados conceitos e noções fundamentais presentes no discurso pedagógico, tais como mediação, interação, construção do conhecimento, afetividade e aprendizagem significativa. Serão realizadas, também, tematizações da prática supervisionada à luz das teorias estudadas.

O curso tem a duração de dezoito meses e é composto por 362 horas de aulas com professores doutores, mestres e especialistas que atuam diretamente com situações de ensino e aprendizagem em contextos diversificados, entre os quais se destacam escolas, clínicas, consultórios, organizações não governamentais, entre outros. Parte das horas do curso será destinada à realização de intervenção em Psicopedagogia sob supervisão dos professores convidados, de modo a promover a articulação entre teoria e prática, com o objetivo de formar profissionais especialistas que estejam habilitados para promover a ampliação das possibilidades de aprendizagem de indivíduos, grupos ou instituições, contribuindo para que a aprendizagem seja uma experiência significativa para todos.

Para dar suporte às discussões teórico-práticas e a fim de torná-las experiências significativas de aprendizagem para os cursistas, serão abordados temas como:

– Gestão Educacional;

– Avaliação e Intervenção em Psicopedagogia;

– Bases neurológicas;

– Construção do pensamento lógico-matemático;

– Linguagem e Aquisição da Escrita;

– Motricidade e expressão corporal;

– Arte e Processos Criativos;

– Tecnologias Assistivas e Gestão da Aprendizagem;

– Metodologia de Estudos de Caso;

– Diferentes estratégias e instrumentos para avaliação e intervenção em contextos de aprendizagem diversificados, entre outros assuntos.

Dessa maneira, o curso de Psicopedagogia: práticas educacionais e contextos de intervenção ofertado pelo Instituto Singularidades tem como intenção primordial contribuir na formação de profissionais habilitados para desenvolver recursos metodológicos adequados para uma intervenção psicopedagógica de qualidade de forma autônoma e autoral.

 Angela Di Paolo é doutora em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano  pela USP. Coordenadora do curso de pós graduação em Psicopedagogia: práticas educacionais e contextos de intervenção do Instituto Singularidades. Contato: angela.mota@singularidades.com.br