ARTE POR TODA PARTE

ARTE POR TODA PARTE

Colégio Graphein

01 Fevereiro 2016 | 13h11

O ensino da arte nas escolas está mudando, durante muitos anos, se resumiu a tarefas pouco criativas e marcadamente repetitivas, o educando não era autor do trabalho, cabendo ao professor à função de direcionar e apresentar o que deveria ser realizado.

A tendência atual é a denominada proposta sociointeracionista embasada na diversidade e mistura das produções, reflexão e apreciação de obras artísticas. Levando em consideração este aspecto a escola passou a assumir a tarefa de ensinar a produção histórica e social da arte e, ao mesmo tempo, garantir ao aluno a liberdade de imaginar e edificar propostas artísticas pessoais ou coletivas com base em seus próprios desejos e intenções.

O Colégio Graphein acredita nesta proposta de trabalho, portanto no dia a dia os professores propoem atividades com materiais diversificados, com espaço e estrutura adequados para as turmas criarem, interferindo o mínimo possível durante as produções. Estas atitudes têm como objetivo permitir que o estudante descubra a arte em seu ritmo e vontade, de dentro para fora, realizando produções que reproduzem a singularidade de cada um.

A Mostra de Artes de 2015 ocorreu no dia 29 de Novembro apresentando como tema a expressão artística de grandes personalidades da nossa história. Levando em consideração o Projeto Singular de cada educando, foram escolhidas produções artíticas que levassem em consideração o interesse, ritmo, habilidade e interesse de cada turma.

O artista Eduardo Kobra foi escolhido pelo Ensino Médio, pois iniciou a sua carreira como pichador, depois se tornou grafiteiro e hoje se intitula muralista, portanto uma linguagem jovem, baseada em muita cor e formas geométricas.

Já os alunos menores escolheram Kandisky pela grande contribuição do abstracionismo informal, portanto os nossos pequenos tiveram a oportunidade de colocar em prática toda a criatividade e expressão em seus trabalhos.

Também podemos citar Gustavo Rosa pelo seu trabalho inovador com caricaturas, Aldemir Martins escolhido por interpretar o “ser” brasileiro e Picasso pela diversidade de trabalhos e técnicas apresentadas.

A Mostra de Artes também homenageou Tomie Ohtake – a dama das artes plásticas brasileira.

O Colégio Graphein agradece a presença dos pais, amigos e público em geral que apreciaram e conheceram um pouquinho sobre o universo artístico de cada um de nossos estudantes.

Confira nossas produções!

 Equipe Graphein

DSC02356 IMG-20151125-WA0002