Novidade: Escola Projeto Vida agora tem opção para Veganos/Vegetarianos

Novidade: Escola Projeto Vida agora tem opção para Veganos/Vegetarianos

Cibele Barreto

07 Maio 2018 | 15h35

 

Muitas famílias desejam que seus filhos sigam a mesma alimentação de casa na escola, principalmente quando se trata de uma família vegana/vegetariana.

De acordo com a Sociedade Americana de Pediatria (SAP), que adere a essa dieta pode ser lacto-ovo-vegetariana: sem carne, mas com ovos, leite e derivados; ou lacto-vegetariana: sem carne e ovos, mas com leite e derivados; ou ainda vegana: sem carne, leite e ovos ou qualquer outro derivado animal.
Em qualquer dos três casos, a recomendação da SAP é que a criança seja acompanhada por um médico especialista e um nutricionista e, se necessário, consuma alimentos enriquecidos ou suplementos vitamínicos.

Preventivamente a Sociedade Brasileira de Pediatria faz algumas orientações sobre esse tipo de dieta para crianças e gestantes. “Crianças vegetarianas alimentadas inapropriadamente, com dietas muito restritivas, apresentam grande risco de deficiência nutricional, o que pode comprometer o crescimento e o desenvolvimento”, explica a pediatra Jocemara Gurmini, do Departamento de Nutrologia e Suporte Nutricional da Sociedade Brasileira de Pediatria. Ela ressalta que os pais devem estar atentos à importância de identificar boas fontes de cálcio, ferro, zinco, ômega 3, vitamina B12 e vitamina D para que não haja deficiências, haja visto que as principais fontes destes alimentos são de origem animal e pode acontecer a impossibilidade de atingir as necessidades nutricionais relativas à idade da criança, e em alguns casos a suplementação medicamentosa pode ser necessária.

Pensando nestas colocações a Escola Projeto Vida acrescentou ao seu cardápio opções proteicas Veganas/Vegetarianas, como preparos com proteínas de soja, lentilha, feijões, ervilha, soja, grão-de-bico, entre outras, para atender este público e suas necessidades nutricionais específicas, sem que haja qualquer risco ao desenvolvimento e saúde das crianças.
As famílias que optarem pela alimentação vegana/vegetariana de seus filhos, comunicam a sua necessidade à escola que então garantirá aos alunos o cardápio solicitado.

Michele Cristina Ferreira e Débora Junqueira Beraldo – Equipe de Nutrição – Escola Projeto Vida