O rio Tietê e a escola além dos muros.

O rio Tietê e a escola além dos muros.

Cesar Pazinatto

21 Junho 2017 | 07h36

Reviver a aventura e os desafios dos Bandeirantes e, ao mesmo tempo, conhecer as estruturas que fazem parte do mundo moderno, foi o que os alunos do 6º ano realizaram durante um estudo do meio sobre o rio Tietê, percorrendo seu caminho desde sua nascente até a cidade de Barra Bonita. Conheceram a casa do Anhanguera na cidade de Santana do Parnaíba, viram poluição e a espuma que invade as ruas em Pirapora do Bom Jesus, conheceram o Parque de Lavras e o Memorial do Tietê em Salto, visitaram o batelão, canoa que carregava até 6.000kg de carga, e o paredão arenoso, que já foi o fundo do mar,  no Parque das Monções, em Porto Feliz. Participaram de um projeto social por meio de uma oficina de poesia com alunos de uma escola pública na cidade de Dois Córregos (capital da poesia),e com a apresentação dos jogos que criaram aqui na escola na disciplina de Educação Física. Visitaram uma cerâmica industrial e uma cerâmica artesanal para compreender o processo de industrialização. De navio, fizeram a eclusagem na barragem e conheceram o processo do transporte fluvial. Durante esta saída os alunos puderam ensinar aos colegas os temas trabalhados em sala de aula e que deram origem a um material teórico de sua autoria. Entre os temas trabalhados estão a importância do rio Tietê para o desenvolvimento de São Paulo e do Brasil, a poluição dos rios, a produção de alimentos, a produção de energia e o transporte fluvial, o saneamento básico nas cidades cortadas pelo rio, as vantagens e desvantagens da produção industrial e a poesia em nosso cotidiano.

José Roberto Gonçalves Dias – Coordenador Pedagógico EF2

O Rio Tietê

Essa água, que vem da natureza,
Essa água, que é de uma grandeza.
Esse belo rio,
Que começa com um fio.


Essas águas,
Que vêm de mágoas.
As rochas,
Que iluminam a paisagem como tochas.

Manoela Pagliuso – Aluna do 6º Ano