“Mexer é melhor do que ver!”

“Mexer é melhor do que ver!”

Equipe See-Saw Panamby

28 Janeiro 2016 | 09h07

Nem sempre as aulas de ciências são tão atrativas quanto os alunos gostariam. Por isso aqui na SEE-SAW Panamby Educação Bilíngue, os professores desenvolvem atividades que além de motivadoras ampliam os conhecimentos de forma natural.
Uma das mais esperadas por eles são as que envolvem o aprendizado do corpo humano. Como parte do processo de aprendizagem sobre o sistema musculoesquelético, por exemplo, os alunos do 8º ano participaram de aula prática para observar a articulação do joelho em bovinos.
Cada grupo recebe uma estrutura e com ela analisa as inserções de nervos, tendões, músculos. Desta forma, compreendem melhor como atuam em conjunto para permitir o movimento do animal.
Posteriormente, através de vídeos e aplicativos, conseguem comparar nossa anatomia com a do animal e entender ainda mais sobre o sistema que dá sustentação e permite a locomoção.
Esse tipo de aula proporciona aos alunos a oportunidade de observar, sentir a textura e atuar dissecando essa articulação tão importante e complexa. “Mexer é melhor que ver!” dito por uma das alunas, define bem como a aprendizagem torna-se muito mais concreta e significativa para todos.