Alunos Renascença no Programa de Pré-Iniciação Científica da USP

Alunos Renascença no Programa de Pré-Iniciação Científica da USP

priscilladahan

11 Dezembro 2017 | 10h40

Em março deste ano, os alunos Juliana Karp, Marcelo Fridschtein e Yonatan Zimmermann foram recebidos pelos Professores responsáveis pelo Programa de Pré-Iniciação Científica da Escola Politécnica da USP, patrocinado pela Fundação para o Desenvolvimento Tecnológico da Engenharia – FDTE.
Ao longo de 2016, passaram por quatro módulos de seis semanas cada. Ao final de cada um deles, apresentaram um projeto desenvolvido na área estudada. Em Engenharia Mecatrônica, aprenderam conceitos de sistemas numéricos binário e hexadecimal, operações com números binários, álgebra booleana, portas lógicas, simplificação de funções usando Mapa de Karnaugh.
Ao final do módulo de Engenharia Mecatrônica, elaboraram um projeto de automação residencial baseado em circuitos integrados, com algoritmos criados por eles. No módulo de Modelagem Computacional aprenderam conceitos básicos de manufatura aditiva, modelagem paramétrica, impressão 3D e corte à laser. Trabalharam com o software NX-10 da Siemens, última geração de CAD para modelagem paramétrica.
As atividades aconteceram no PACE, laboratório montado em parceria com a GM e no Tanque de Provas Numérico da USP. Ao final do módulo de Modelagem Computacional os alunos desenvolveram um anemômetro de estrutura mecânica complexa.
No módulo de Engenharia Civil, realizaram cálculos de volume de sólidos regulares, aprofundaram o conceito de densidade e aplicaram os conceitos no estudo da resistência dos materiais. Realizaram estudos de resistência e adequação econômica para a escolha de material adequado para a construção de uma ponte. Realizaram testes em laboratório e fizeram cálculos financeiros e estruturais.
No último módulo, Engenharia de Transportes e Geodésia, aprenderam conceitos na área de domótica, computação física e internet das coisas. Construíram e programaram um robô para diversas funções com aumento contínuo de complexidade. Finalizaram o módulo com um projeto de “Robôs Lutadores de Sumô” que mostrado na apresentação final do programa Pré-IC Poli/FDTE 2017.

Saiba mais: http://www.poli.usp.br/pt/comunicacao/noticias/2270-programa-pre-ic-da-poli-altera-metodologia-de-ensino-aprendizagem.html