Educação em casa, educação na escola, vamos combinar!

Educação em casa, educação na escola, vamos combinar!

Colégio Pentágono

26 Julho 2017 | 08h20

A escola tem como missão preparar cidadãos bem adaptados ao mundo em que vivem. Além de ensinar os conhecimentos socialmente construídos, precisa preparar as crianças para o convívio saudável com seus pares. Essa tarefa pode se tornar leve e ter resultado muito positivo se esses compromissos estiverem de acordo com as expectativas que as famílias têm em relação à educação de seus filhos.

Fala-se muito em parceria entre a família e a escola, mas este assunto é muito delicado e envolve mais do que desejos, envolve convicções. Para que o encontro família e escola seja realmente genuíno e verdadeiro, é fundamental que haja harmonia entre os princípios e valores de ambas as partes. Havendo harmonia, estabelece-se o ambiente favorável em que a entrega à aprendizagem acontece como um verdadeiro milagre da natureza humana.

A confiança é a base de tudo, daí a importância de haver coerência entre o que a família deseja para seus filhos e o que a escola pode oferecer para seus alunos. Quando a criança percebe, na ação da escola, a continuidade da educação que recebe dos pais, tem muito mais facilidade para se tornar um bom estudante.

Por ser um ambiente em que convivem muitas pessoas, a escola precisa de várias regras para poder organizar seus espaços e as ações realizadas nesses espaços. Agir de forma respeitosa com as pessoas e obedecer às regras é difícil para uma criança se não existir essa cobrança no ambiente familiar. Em muitos casos, esse fato traz prejuízos para o seu desenvolvimento pedagógico. Escola é lugar de convívio, de rotina, de cumprimento de horários, de brincadeiras e, também, de muito trabalho. Quando a criança não tem a vivência desses limitadores no ambiente familiar, entra em conflito, fica confusa, pois a escola passa a ser um lugar de imposições e não um espaço de criatividade, de prazer e de realização. A energia que ela poderia estar dirigindo para a sua aprendizagem se esgota em sua luta contra os limites.

Queremos que nossos pequenos tenham uma educação de qualidade e que desenvolvam sua potencialidade. Podemos colaborar com isso dando a eles, dentro de casa, a possibilidade de expressar seus sentimentos e conversar sobre eles, desenvolver o respeito ao outro e a si mesmos, e entender a necessidade das regras para o bom funcionamento de todas as coisas.

No Colégio Pentágono, desde as séries iniciais, as crianças são encorajadas a assumir a responsabilidade sobre suas vidinhas e a resolver seus conflitos de forma que possam se perceber importantes e atuantes no meio em que vivem. Afinal, o sentimento de pertencimento faz bem a todos, inclusive a nós, veteranos na jornada da vida!

Heloísa Porto Alegre
Orientadora Educacional do Colégio Pentágono