A Relação de Parceria entre Família e Escola: Caminho de Sucesso

A Relação de Parceria entre Família e Escola: Caminho de Sucesso

Colégio Pentágono

17 Fevereiro 2016 | 09h05

ef7920202d375aba3a9860a2f68eb6d0

“Toda vez que se faz essa separação, a família de um lado e a comunidade docente de outro, é claro que não se pode ter sucesso. A escola está soterrada de tarefas. A família precisa receber da escola uma clareza em relação a isso para que assuma algumas coisas. E aí alguns pais e mães dizem que não têm tempo. Tempo é uma questão de prioridade. Quando eu digo que não tenho tempo para você eu estou dizendo que não escolhi você. Pode ser que eu não tenha todo o tempo, mas algum tempo eu tenho. Ao dizer que eu tenho esse tempo, eu estou fazendo uma escolha, eu disse não para outras coisas. Se eu não tenho tempo para os meus filhos o que eu estou escolhendo? É essa a pergunta que os pais têm que se fazer.” – Mário Sérgio Cortella

A parceria entre família e escola traz impactos positivos não só para a vida e formação do aluno, como também dinamiza a escola. Reuniões para comunicação do desempenho do aluno, entre equipe docente e família, apresentações de trabalhos, deliberações coletivas, festas, eventos na comunidade, voluntariado dos pais e muitas outras ações, resultantes da união de forças entre a família e a instituição escolar, tornam o espaço mais vivo e significativo.

Quando os pais participam ativamente da vida de seus filhos e se engajam, inclusive, no cotidiano escolar da criança, a tendência é que os alunos se dediquem e se esforcem mais, por se sentirem valorizados e apoiados. Pais que enxergam os professores como aliados e professores que veem os pais como potencializadores do sucesso escolar, possuem maiores possibilidades de conversar abertamente sobre os problemas dos alunos, identificar deficiências de aprendizagem e reprogramar o processo de ensino de maneira personalizada e eficaz. Vale destacar que o contexto de comunicação ativa, frequente, sensata e sincera é muito importante quando se trata de educação.

Os direitos e deveres da família e da escola devem estar claramente definidos, afinal, o professor nunca ocupará o papel dos pais, na vida do aluno…

No Colégio Pentágono, acreditamos que cada qual tem sua função nesse processo educacional, tornando a parceria essencialmente dialógica e complementar.  Assim, encerro, convidando todas as famílias para percorrer o melhor caminho, pedindo licença a Carlos Drummond de Andrade:

“Não nos afastemos (muito), vamos de mãos dadas…”

Por,
Thaís Ramos Nucci Zanetti
Coordenadora Pedagógica Ensino Fundamental I – 1ºs, 2ºs e 3ºs anos
Unidade Perdizes