Projetos de Intervenção: experiências fora do espaço escolar

Projetos de Intervenção: experiências fora do espaço escolar

Colégio Oswald de Andrade

27 Agosto 2015 | 17h45

Conheça as intervenções promovidas por dois dos grupos de Projetos de Intervenções deste ano, que atuam fora do espaço do Colégio

Neste ano, os alunos estão divididos em quatro grandes grupos em Projetos de Intervenção. Após os primeiros momentos de elencar interesses e áreas de ação, os alunos definiram seus campos de intervenção, já planejaram e executaram atividades. De suas preocupações, articularam-se intervenções que poderiam extrapolar os muros da escola, buscando intervir na realidade lá fora.

arraial02

Os grupos que buscaram intervir através de ações fora do espaço escolar, em 2015, são os coletivos nomeados (pelos próprios alunos): Oswoluntários e Grupos Orema & Brasileirinhos. O primeiro grupo está trabalhando a questão do trabalho voluntário e, além de discussões e planejamentos internos em que debatem a importância e o sentido do voluntariado, já realizaram parcerias com instituições e ações fora do espaço escolar.

A primeira ação do grupo Oswoluntários ocorreu no dia 13 de junho, na região da St. Cecília, onde promoveram uma distribuição de refeições e uma roda de conversa e poesia com pessoas em situação de rua que frequentam a região. A ação foi planejada com inspiração no trabalho do Projeto Mãos Dadas e realizada com alimentos e roupas arrecadados em uma campanha de coleta realizada com a comunidade do Oswald. Os alunos retornaram com muitas histórias e aprendizados adquiridos nas trocas com as pessoas que conheceram “Através dessa ação pudemos enxergar as lindas historias que se escondem por tras desses seres impressionantes”, comentam na sua fanpage oficial: https://www.facebook.com/oswoluntarios onde viabilizam informações sobre o grupo e seus parceiros.


Confira o vídeo de registro da ação do dia 13 de junho, realizado pelos alunos do grupo.

Também atento ao mundo para além das paredes do colégio, os grupos Orema e Brasileirinhos estão trabalhando a questão da ocupação do espaço publico em dois diferentes pontos de vista. Mesmo integrando o mesmo grupo de discussões, os alunos se dividiram para promover dois tipos distintos de ações: um grupo (Orema) organiza eventos culturais em praças e espaços públicos e o outro (Brasileirinhos), preocupa-se em organizar momentos constantes de convivência em espaços próximos à Unidade Cerro Corá do Oswald, mas ambos com o intuito de alterar a cultura da comunidade escolar, aproximando o contato com o espaço coletivo.

arraial04

O grupo Brasileirinhos já promoveu alguns encontros entre alunos na praça Valdir de Azevedo, nas proximidades da Rua Cerro Corá. Já o grupo Orema organizou um Arraial na praça das Corujas, no bairro da Vila Madalena, com direito a brincadeiras e música típicas, e presença de crianças menores da comunidade. Os alunos se atentam a necessidade de ocupar os espaços públicos de forma coletiva, uma vez que, na atualidade, os encontros desta geração acontecem quase sempre em lugares privados e, portanto, limitados, que não possibilitam convivência ampla e pública. Os eventos contaram com música, lanches coletivos, danças e outras práticas organizadas pelos alunos. O próximo encontro do Brasileirinhos será amanhã – dia 28 de agosto – na praça Valdir de Azevedo, a partir das 14 horas (https://www.facebook.com/events/131910020486734/133269180350818/).