O Fim do ensino médio…começo de tantos universos.

O Fim do ensino médio…começo de tantos universos.

“A gente não quer só comida, a gente quer diversão e arte”

Ofélia Fonseca

25 Setembro 2015 | 06h24

Os estudantes do 3º ano do ensino médio passam por um momento de grandes dúvidas com a chegada do final do ano e a despedida do Ofélia. A chegada de uma nova rotina, a distancia de alguns colegas, fim das cobranças dos professores e da escola, início de novas cobranças nas famílias. Nesse momento muitos são pressionados para escolherem o que vão fazer da vida… Qual vestibular? Qual curso? Mas o que fazer depois?

Tantas vezes temos nosso olhar voltado para um futuro que nunca se concretiza, essa passagem pode ser mais um desses momentos, preparar-se para vida adulta, pelo o que virá. Gerando uma ansiedade ainda maior nesses jovens para olharem para um futuro. Muito difícil essa tarefa ainda mais para um momento tão marcante e inseguro. Daí recai a importância de lidar com o presente seja ele de certeza ou incerteza, criar canais para a vazão desses sentimentos, para que esse jovem possa buscar maior compreensão de seus desejos e vontades, criar canais de troca e diálogo sem a cobrança de uma resposta final.

Nosso trabalho de orientação busca fortalecer os estudantes em suas escolhas, pois cabe a quem escolhe definir os próximos passos. Para orientar nossos estudantes organizamos encontros com diversos profissionais das áreas de interesses do grupo, sempre buscando pessoas que tragam experiências diversas, com uma formação ampla, com diferentes inserções no mercado de trabalho.

A ideia é que o jovem possa compreender que o que o espera é uma escolha de caminho, que ao longo de seu curso na universidade, sua viagem, seu curso técnico… novas rotas, desafios, retornos e avanços irão acontecer.

Outro momento dessa preparação é o encontro dos atuais estudantes com alguns recém-formados no Ofélia que estão em cursos universitários.

A proximidade da faixa etária dos ex-alunos evidência que muitas das questões vividas são importantes para um melhor auto-conhecimento. Esse encontro propicia uma troca muito interessante de estímulos e desafios e lançam questões sobre a vida universitária e o fim do ensino médio.

O que podemos constatar é que se os desafios e as cobranças são muitos,  nossos canais de conversa também devem ser grandiosos, para assim termos a certeza que nossos jovens Irão encarar a delícia de viver a vida.