Projeto horta na escola

Projeto horta na escola

Paulo Adolfo

02 Agosto 2017 | 17h55

Funcionários de Serviços Gerais do Colégio ensinam as crianças do Infantil e do Fundamental 1 a fazer uma horta, incluindo a plantação da semente, como preparar a terra que chega da chácara da escola que é misturada com Adubarqui – adubo processado no Colégio -, o tempo que ela leva para virar muda, a passagem da muda para o canteiro, entre outras ações. Uma horta ficará no Parque das Tartarugas e a outra no Irmão Leão. Toda a comunidade escolar está convidada a visitar as hortas.

A ação integra o Projeto Saber Cuidar, cujo objetivo é fomentar ações processuais e contínuas de sustentabilidade do planeta e de todas as espécies que nele habitam. “As crianças vão regar as plantas, ver o tempo que leva de cultivo e até saborear beterraba, alface crespa, escarola, cebolinha, cenoura e outras delicias e, posteriormente, a ideia é diversificar com o cultivo de plantas medicinais”, declarou Valentin Fernandes, Diretor Geral do Colégio Marista Arquidiocesano.

Toda a equipe da Educação Infantil e do Fundamental 1 tem acompanhado o projeto Horta na escola e, futuramente, as crianças serão convidas a fazer hortas em suas casas.

Roberto Vagner de Souza, da Manutenção, deu algumas aulas sobre hortas. Com carisma e bastante didática, falou sobre o que é necessário para preparar uma horta – terra, semente, água, sol e adubo -, e como deve ser o manejo.

“A terra que utilizamos vem da chácara e o adubo a gente processa aqui no Colégio. Por isso é importante depositarmos o resto do nosso lanche na lixeira correta para que a gente possa fazer esse processo de separação de uma maneira efetiva, colaborando com a nossa higiene, nossa qualidade de vida”, afirmou o colaborador.