Colégio Marista Arquidiocesano na Missão Solidária Marista

Colégio Marista Arquidiocesano na Missão Solidária Marista

Paulo Adolfo

29 Novembro 2017 | 14h37

Para a maioria dos jovens, janeiro é período de férias e, portanto, de descanso, mas não para os jovens Maristas que participam da Missão Solidária Marista Ir. Miguel Angel 2018, que será realizada de 21 a 27 de janeiro em Cascavel (PR), Curitiba (PR), Florianópolis (SC) e Ribeirão Preto (SP).

A Missão possibilita aos jovens realizarem trabalhos missionários em comunidades em situação de vulnerabilidade social. Seu objetivo é promover a educação para a solidariedade a partir da experiência vivencial de aprendizado recíproco e dialógico. Durante uma semana, jovens das Unidades Sociais e Educacionais da Rede Marista de Solidariedade, dos Colégios Maristas, da TEC PUC e da Católica de Santa Catarina fazem uma imersão em realidades distintas.

O Colégio Marista Arquidiocesano na Missão Solidária Marista (MSM)

São esperados mais de 75 participantes de São Paulo – oriundos do Colégio Marista Arquidiocesano, Colégio Marista Nossa Senhora da Glória, Colégio Marista Ribeirão Preto, Colégio Marista Asa Sul (Maristão), Centro Social Marista Ir. Justino e Centro Social Marista Ir. Lourenço – que atuarão em Ribeirão Preto (SP). Considerando a Missão como um todo, estima-se a participação de 350 Maristas.

Retrato da realidade do local para o qual os jovens do Marista Arquidiocesano vão: diversidade étnica-cultural, senso de solidariedade e ajuda mútua entre os moradores, bem como sua capacidade de resiliência, superação e otimismo apesar das vulnerabilidades a qual estão submetidos.

Impressões da vivência

João Gabriel Sedrez, Agente de Pastoral do Colégio Marista Arquidiocesano: “A Missão tem três pilares: visitas missionárias, gesto concreto e atuação com as crianças. Há vários aspectos interessantes na Missão e um deles refere-se ao momento em que visitamos as casas e trocamos experiências incríveis com os moradores. A troca com as crianças a partir das oficinas é bastante emocionante, uma oportunidade para criar vínculos”.

Djair Costa da Silva, Agente de Pastoral do Colégio Marista Arquidiocesano: “A principal marca que a missão traz para mim são os momentos de troca que acontecem entre os jovens. As histórias de vida e a imersão em outra realidade são enriquecedores”.

Gerson Ribeiro Magalhães Junior, Agente de Pastoral do Colégio Marista Arquidiocesano: “A missão é uma experiência que você tem que se permitir, se entregar. Você se entrega a uma família desconhecida, vive a simplicidade. Dá novo significado a própria vida”.

Rafael Parente Sá Martins, Agente de Pastoral do Colégio Marista Arquidiocesano: “Os jovens têm bastante voz na Missão: eles pensam, planejam e coordenam as atividades. Trata-se de uma semana de troca, os grupos se ajudam mutuamente”.

Wilson Machado da Silva, Coordenador do Núcleo de Pastoral do Colégio Marista Arquidiocesano: “Importante ressaltar que os locais em que acontecem as Missões são lugares de vida, de sonhos e de desejos”.

Hortência Brito Novais, Agente de Pastoral do Colégio Marista Arquidiocesano, que participará pela primeira vez da Missão Solidária Marista (MSM): “Tenho várias expectativas em relação à Missão. Essa deve ser uma experiência que nos desinstala do comum. Quero ser e estar com o povo”.