Alunas do Colégio Marista Arquidiocesano apresentam seu trabalho no Congresso Brasileiro de História da Educação.

Alunas do Colégio Marista Arquidiocesano apresentam seu trabalho no Congresso Brasileiro de História da Educação.

Paulo Adolfo

14 Setembro 2017 | 14h54

No dia 17/08 alunas do ensino médio do Colégio Marista Arquidiocesano apresentaram sua pesquisa de iniciação científica no Congresso Brasileiro de História da Educação (IX CBHE).  O evento foi realizado na cidade de João Pessoa (PB) entre os dias 15 e 18/08 e contou com a participação de centenas pesquisadores brasileiros e internacionais.

As estudantes apresentaram o artigo “Museu Escolar do Colégio Marista Arquidiocesano de São Paulo (fase 1): Planejamento e organização do inventário dos instrumentos científicos: a coleção de ótica”, com os resultados das ações que desenvolveram como pesquisadoras do Núcleo de Estudos da Escola e seus Objetos (NEO), coordenado pela Profa. Dra. Katya Braghini (PUC/SP).

Larissa Costa Cote, formada no Arqui em 2016 e atualmente estudante de administração pública da FGV,   destacou o quanto a apresentação do trabalho pelo grupo em um Congresso foi importante. “Na FGV fala-se muito sobre a publicação de artigos e a participação em eventos, mas não é claro para a maior parte dos alunos como um grupo se organiza, como se estrutura uma pesquisa e que o artigo é resultado de todo um trabalho desenvolvido”.

Para Mariana Matos da Silva a participação no evento possibilitou uma enriquecedora vivência no ambiente acadêmico. “Assistir a palestra do Prof. Reginaldo Meloni e debater com ele, trocar conhecimentos com pessoas que estudam há muito tempo o mesmo tema que nós, foi ótimo!”.   A oportunidade de aprofundar conhecimentos foi destacado também por Mariana Prada de Lima   “A nossa apresentação foi um debate para o aprimoramento daquilo que fizemos e isso mudou minha forma de entender como acontece a produção de novos conhecimentos”.

Amabile Miranda Regis Isaac destacou a apresentação do trabalho para um grupo de professores doutores “Ter uma plateia tão qualificada gerou uma leve ansiedade no início, mas deu tudo certo. Foi uma grande experiência e me fez refletir sobre minhas escolhas profissionais”.  Para  Livia Bandeira de Figueiredo   a participação no evento trouxe outras reflexões sobre os campos em que pretende atuar, Artes e História. “Nunca pensei que apresentaria em um Congresso, não imaginava a pesquisa como possibilidade nas áreas nas quais tenho interesse”.

Nas palavras da Prof. Katya Braghini, coautora do artigo, a apresentação das alunas foi um sucesso no evento, e despertou o interesse de outros pesquisadores. É pouco comum a apresentação de pesquisas realizadas por estudantes de ensino médio nesse tipo de evento. “Ter alunas de ensino médio, que realizaram pesquisa de iniciação científica, escreveram sobre suas ações e apresentaram os resultados num evento nível nacional, foi algo que despertou a atenção. O trabalho como resultado de uma parceria entre o Arquidiocesano e a PUC/SP, com o objetivo de a partir da preservação do patrimônio histórico escolar viabilizar o envolvimento de jovens com a pesquisa cientifica, foi elogiado e comentado.