Quando o caos cria a harmonia: uma semana fora do padrão

Quando o caos cria a harmonia: uma semana fora do padrão

Colégio FAAP

03 Maio 2017 | 16h02

A gestão de uma cultura organizacional é uma tarefa tão delicadamente arriscada que pequenos deslizes podem provocar danos irreparáveis no grupo. No caso de organizações educacionais, os riscos se agravam, uma vez que as consequências podem ser mais marcantes e duradouras.

A Semana do Colégio é um importante instrumento no processo de integração dos alunos

Assim, preservar os valores que direcionam um projeto pedagógico depende da harmonia de todo o grupo, depende da anulação de fatores de desagregação que provocam divisões e conflitos, que comprometem a concórdia, oxigênio da educação.

Há sete anos o Colégio da FAAP acrescentou um importante instrumento no processo de integração da comunidade, a Semana do Colégio: misturando todas as turmas de forma aleatória e a elas integrando os professores enquanto simples membros. Durante esse período o Colégio é dividido em quatro equipes, representadas por bandeiras que competem em trinta e três modalidades, entre culturais, esportivas e artísticas, sendo, da mesma forma, considerados o fair play e a solidariedade.

Confesso que, quando da primeira edição, nos preocupamos com reações adversas pela suspensão das aulas e pelo fato de deixar o Colégio, praticamente, nas mãos dos alunos a quem sempre competiu a realização da maior parte do evento. Mas os resultados foram tão positivos que se criou, mais do que uma tradição construtiva, uma cultura de integração e cordialidade que permitiu e permite ao Colégio reduzir a níveis insignificantes grupos estanques e atritos entre séries ou turmas. Prova disso, é o grande número de ex-alunos que continuam a participar da Semana como júri ou como claque de seus antigos calouros.

Esse evento veio a confirmar muitas de nossas convicções que, temíamos, passiveis de desgaste, tais como: entregue aos jovens responsabilidades que eles, sempre, surpreenderão; quebre os esquemas tradicionais de ensino, bem planejado, e se obterá mais sinergia no processo de aprendizagem; por fim, sem harmonia e cordialidade jamais se constrói um ambiente de estudo, sobretudo, de formação de valores, objetivo supremo da escola.

Professor Henrique Vailati Neto é diretor do Colégio FAAP – SP.

Formado em História e Pedagogia, com mestrado em Administração. É professor universitário nas disciplinas de Sociologia e Ciência Política. Tem quatro filhos e quatro netos.

Troque ideia com o professor: col.diretoria@faap.br