Por trás das bandeirolas e da alegria: a dedicação dos professores

Por trás das bandeirolas e da alegria: a dedicação dos professores

Colégio FAAP

10 Julho 2017 | 16h50

Quem tem ou teve filhos, netos, sobrinhos ou amigos em idade escolar, certamente, foi parte nesta época do ano de um dos mais brasileiros e deliciosos eventos: a quermesse escolar.

Nós educadores, professores ou não, nos emocionamos ao ver a verdadeira riqueza nacional, nossas crianças e jovens, paramentados e organizados para essas festas. Ainda que repetindo, mais uma vez, os mesmos gestos nas mesmas músicas, a alma revivida no que é sempre novo, nos faz esquecer que tais festas dependem de um enorme trabalho de organização, de horas de ensaio, enfim, de um ingrediente essencial em uma escola, a chama do ideal.

Pois, aqui, venho render homenagem a todos os professores, funcionários e dirigentes que, no fim de uma quermesse, quando nós, saciados e satisfeitos, voltamos para nossas casas, contemplam os pátios sujos embaixo da multidão multicolor das festivas bandeirolas, como prêmio de ter visto o brilho nos olhos dos pais.

Façamos um esforço para minimizar o gigantesco trabalho de organizar festas de grande porte com milhares de pequenos detalhes. Deixemos, por um instante, a graça de nossas crianças e o eco das músicas de quadrilha e analisemos o quanto de delicado trabalho pedagógico está envolvido nesse tipo de evento.

Não basta ensaiar, é importante fazer com que o educando seja motivado. Não é suficiente que as crianças aprendam as coreografias, é indispensável que elas se sintam valorizadas e que o seu papel, seja ele qual for, seja muito importante. Não basta que a criança seja convencida a participar da festa, é essencial que ela seja o sujeito da mesma.

Festa junina escolar, resumo musical e enfeitado do ideal educador; fruto da dedicação de gente que se alimenta da alegria do educando; manifestação de excelência de uma cultura travestida de caipira.

Professor Henrique Vailati Neto é diretor do Colégio FAAP – SP.
Formado em História e Pedagogia, com mestrado em Administração. É professor universitário nas disciplinas de Sociologia e Ciência Política. Tem quatro filhos e quatro netos.

Troque ideia com o professor: col.diretoria@faap.br

0 Comentários