Indicação Literária

Indicação Literária

be.Living | Educação Bilíngue

27 Agosto 2015 | 07h00

A leitura é uma ferramenta essencial para o processo de aprendizagem, que oportuniza o conhecimento de mundo e desenvolve a capacidade reflexiva e crítica. Deste modo, a escola deve ser espaço para o desenvolvimento de diferentes práticas que contribuam para a construção de uma comunidade leitora.

Compartilhar boas leituras é uma destas práticas. No Year 1 da be.Living, as crianças são convidadas a conhecer um gênero literário que auxilia a comunicação das histórias lidas, as indicações literárias.

Segundo Mirta Castedo e Claudia Molinari (2000), “crianças que recomendam suas leituras a outras crianças ou aos adultos expressam seus gostos e preferências, selecionam o que e como dizer para ganhar um leitor a mais, e avaliam o que ler, atendendo às recomendações dos outros.”.

As indicações literárias estão sempre presentes em nosso cotidiano. Quando lemos um livro interessante sentimos a necessidade de compartilhar com as pessoas. As crianças também demonstram esta necessidade, quando pedem para ler de novo a mesma história, ou quando chegam à escola com um livro para que o professor leia para a turma toda.

Nesta faixa etária, em que o processo de alfabetização é o grande foco, as crianças interessam-se ainda mais pelos livros. Além disso, os textos curtos, característicos do gênero, contribuem para o desenvolvimento dos procedimentos de escritores e leitores.

Ao longo do ano as crianças ampliaram seus repertórios literários e exploraram as características do gênero.  Apropriados do trabalho, organizaram uma troca de livros entre os pais e compartilharam seus conhecimentos sobre como produzir boas indicações literárias. Deste modo, as crianças puderam vivenciar a função social do gênero.

As trocas de livros entre os pais possibilitou um novo olhar para a prática leitora.  Além das práticas comuns na sala de aula, as crianças passaram a observar como a leitura estava presente em casa e quais os hábitos leitores dos pais, demonstrando cada vez mais interesse e prazer pela leitura.

Delia Lerner, no livro “Ler e Escrever na escola. O real, o possível e o necessário”, aponta que um dos aspectos que torna a leitura possível na escola é a promoção de projetos na sala de aula e na instituição que abrangem a participação de crianças, pais e professores, ou seja, constituir uma comunidade leitora ativa.

Assim, com a participação e envolvimento dos pais e crianças do Year 1 na troca de livros, originou-se uma nova proposta na be.Living: a Estante dos Pais.

A nova proposta estende a troca de livros para todos os pais da escola, tendo como objetivo o fortalecimento da comunidade leitora e a ampliação dos resultados já conquistados pelas crianças do Year 1.

Débora Pacheco e Bianca Procópio – Professoras do Year 1

 

20150226_105839 20150416_092834 IMG_6354