Bullying

Bullying

be.Living | Educação Bilíngue

17 Setembro 2015 | 14h35

Assembleia texto de bullying

Texto escrito por Patricia Pavan, diretora pedagógica do Colégio be.Living

Entende-se por Bullying, situações  que  caracterizam-se por agressões intencionais, verbais ou físicas, feitas de maneira repetitiva. O Bullying pode ser provocado por um ou mais agentes, contra um indivíduo ou um grupo.

Este não é um novo fenômeno  de nossa sociedade  mas vem sendo, equivocadamente,  detectado com maior frequência do que, de fato, se apresenta. É preciso que exista uma reflexão e uma diferenciação daquilo que é bullying e o que na verdade é conflito.

O conflito faz com que o indivíduo se desenvolva, crie novas estratégias para a convivência social e muitas vezes saia mais potente e seguro das situações vividas.

O bullying gera isolamento, é um possível gerador de doenças psicossomáticas podendo causar traumas atuais e futuros.

A escola tem um importante papel no desenvolvimento moral dos estudantes, e é fundamental que exista, dentro de seu currículo, a intenção de um trabalho que fortaleça a construção de atitudes éticas. A equipe, com olhar e escuta atentos, pode antecipar eventuais situações de bullying e intervir por meio de  ações  que gerem a discussão aberta e mediada de diversos temas.

Na be.Living  acreditamos que crianças pequenas (ciclos da educação infantil e ensino fundamental I), mereçam uma escola pequena. Participar de ações educativas que proporcionam a convivência entre diferentes faixas etárias, a valorização das diferenças, a certeza que cada indivíduo é único  e a construção da ideia de que “devemos agir com o outro da mesma maneira que gostaríamos que agissem conosco”, fortalece esses meninos e meninas que se encontram em plena construção da autonomia moral.

É papel da instituição promover a discussão  sobre atitudes éticas e detectar precocemente  qualquer tipo de ação que possa se caracterizar como bullying.