Contribuições de Winnicott à educação 

Contribuições de Winnicott à educação 

Colégio São Luís Jesuítas

23 Agosto 2017 | 16h16

Colóquio promovido pelo Colégio São Luís analisa as teorias do psicanalista e pediatra inglês em relação a questões do cotidiano escolar

Com o objetivo de discutir aspectos da teoria do psicanalista e pediatra inglês Donald Winnicott ao amadurecimento da pessoa, em interlocução com a educação recebida na escola e em casa, o Colégio São Luís promoveu, no dia 19 de agosto, o I Colóquio Winnicott e a Educação, em parceria com IBPW – Instituto Brasileiro de Psicanálise Winnicottiana.

A especialista Elsa Oliveira Dias, presidente do IBPW, abriu a conferência, contextualizando de que modo Winnicott pode trazer contribuições ao campo educacional. Nas mesas-redondas que seguiram, as dificuldades de socialização e de aprendizagem foram associadas, entre outras coisas, a determinadas falhas no processo de amadurecimento.

Em relação ao desempenho escolar, seja na vertente das dificuldades de aprendizagem, seja na hipervalorização atual da performance do aluno, falou-se sobre a necessidade de vincular a preparação intelectual e informativa ao desenvolvimento integral da pessoa. Também foram propostas reflexões a respeito das condições para o desenvolvimento da capacidade para a inventividade e para a simbolização no ambiente escolar – ou seja, de um espaço para a criatividade.

O I Colóquio Winnicott e a Educação abordou ainda temas relativos à formação docente e buscou compreensão a casos que afligem as famílias e os educadores, como hiperatividade, mentiras e destrutividade entre as crianças e os jovens. Esta foi mais uma das ações que integram o calendário comemorativo dos 150 anos do Colégio São Luís (para saber mais, acesse www.saoluis.org/150anos).