Soluções criativas para problemas da cidade

Soluções criativas para problemas da cidade

Escola Santi

21 Setembro 2015 | 14h30

iss

Ao passar todos os dias pelos mesmos lugares, o que você olha? Uma rachadura, uma poça d’água, um risco, um buraco, uma sujeira. Digo, o que você realmente vê?
A escritora e ilustradora Renata Bueno inspirou os pequenos artistas do 1º ano da Escola Santi a despertarem para uma cidade que esconde, atrás de tanta sujeira e poluição, a graça da vida. Com seu livro “Monstros Urbanos”, Renata cria figuras de monstros a partir de detalhes de fotos da cidade.
“Um dia acordei diferente… Saí andando pela rua e comecei a ver coisas que nunca tinha visto antes. Seria um sonho? Meus olhos me mostravam surpresas no caminho que todos os dias eu fazia. Olhava tudo como se fosse pela primeira vez”, relata em seu livro.
Considerando que uma das competências para o século XXI envolve processos de aprendizado, criatividade, memória e pensamento crítico, as crianças encontram na escola e neste projeto um espaço para tornarem-se cidadãos atuantes.
A partir da apreciação literária de “Monstros Urbanos”, alunos de 6 anos da professora Alessandra Calegaris Marins de Paulo, começam a fotografar os “monstrinhos” que encontram por aí e deixam a imaginação correr solta. Depois, reúnem todas as fotografias e propõem, por meio de cartas, intervenções aos moradores do bairro para evidenciarem esses monstros para outras pessoas.

 

DSC00198
Como transformar o que aparantemente é feio em bonito? Surge então, a ideia de fazer um desenho no buraco da rua, na calçada quebrada, na rachadura da parede para ajudar as pessoas a identificarem este problema, deixando visível para ninguém cair ou se machucar.

 

Sem título

A proposta é parte de um estudo na área de artes da Escola Santi, que atende crianças de 1 a 14 anos no bairro do Paraíso em São Paulo, e se propõe a formar pessoas capazes de atuar com consciência, autonomia, responsabilidade e respeito à diversidade humana e à natureza, a partir da aprendizagem de conceitos, atitudes e procedimentos, numa perspectiva colaborativa e sustentável. Confira alguns dos projetos de intervenções feitos pelos alunos:

 

montagem 1

 

 

montagem 2

 

 

montagem 3