Um território de miudezas

Um território de miudezas

Colégio Santa Maria

06 Setembro 2017 | 12h23

Autoria: Karine Ramos e Eliane Lima

A dimensão que os conhecimentos assumem na Educação Infantil coloca-se em uma relação diretamente vinculada aos processos gerais de constituição da criança: as múltiplas linguagens, as interações e os diferentes campos lúdicos. Nesse sentido, entendemos que os princípios básicos para os projetos que se desenvolvem nessa fase não se resumem aos conteúdos escolares restritos a uma versão escolarizada, pois toda e qualquer aprendizagem é consequência das relações que as crianças estabelecem com a realidade social e natural, no âmbito das possibilidades que lhe são oferecidas e permitidas.

Quando trouxemos para contexto o brincar e explorar na natureza, tivemos a intenção de compartilhar o quanto este espaço encantador, rico em miudezas (Manoel de Barros), promove desdobramentos de projetos e aprendizagem significativa para as turmas da Educação Infantil do Santa Maria.

A possibilidade de a criança habitar, pertencer, explorar e descobrir  a diversidade de materialidades que a natureza nos oferece é dos fios condutores para experiências sensíveis que se estendem sob um território curioso e variado de bichos, sons, cores, sabores, texturas, tamanhos, formas, luzes, sombras…

Aprendizagem nutrida corpo a corpo (natureza e seus elementos) num movimento de entrelaçamento entre o conhecido e o desconhecido. Entre a possibilidade de observar e encontrar folhas, flores, árvores, gravetos, borboletas, aranhas, teias, ovos e conseguir, num salto, conectar a outros saberes seja do campo simbólico, seja simplesmente do ato de buscar o novo, o desconhecido.

Vincular-se à natureza, experiências que marcam por conta da integração, da liberdade e autoria de escolher caminhos de pesquisa, observação e investigação.

Como diz Larrosa… “Experiência com aquilo que passa, que acontece e nos toca!”

Movimento de tocar e ser tocado, de olhar com olhos de primeira vez, olhos de desejo e curiosidade. Oportunidades de entrelaçar as experiências vividas, os territórios de aprendizagem com as áreas do conhecimento num movimento sensível de construção de conhecimento e desenvolvimento de habilidades (contemplar o que o currículo propõe com um olhar e uma escuta sensível).