Tecnologia bem aplicada

Tecnologia bem aplicada

COLÉGIO SANTA MARIA

31 Janeiro 2018 | 10h31

O uso de tecnologias educacionais é cada vez mais presente nos currículos educacionais, no entanto, somente elas não garantem o aprendizado do aluno, pois foram usadas de forma transpositória, ou seja, os mesmos exercícios que seriam feitos nos cadernos ou livros didáticos passaram a ser feitos na internet ou com ferramentas como o tablet.

A utilização de forma mais abrangente das diversas possibilidades tecnológicas disponíveis atualmente desperta o interesse de muitos educadores, pois é uma ferramenta presente na vida cotidiana de pessoas de todas as faixas etárias.

No Santa Maria, os alunos do 4º ano tiveram contato com alguns eixos temáticos ao longo dos bimestres, e como forma de estimulá-los ao usarem a língua inglesa, pensou-se em como aproveitar os recursos tecnológicos. Após algumas reuniões com a equipe do Núcleo de Tecnologia Educacional do Colégio, decidiu-se pela aplicação de ferramentas diversas como uma revisão dos eixos temáticos e gramaticais desenvolvidos ao longo do ano letivo.

Optou-se por uma sala preparada para estas aulas, e não do laboratório de informática. O uso do idioma Língua Inglesa foi predominante em todos os desafios, entrevistas e explicações da professora e da equipe de informática. Uma história foi criada para que os alunos pudessem descobrir pistas ao longo das quatro aulas que seriam feitas neste local. Para criar maior motivação, foi decidido que as aulas seriam em forma de episódios semanais, ou seja, ao término de cada aula/capítulo, os alunos teriam acesso a alguma pista que seria o ponto de partida para o próximo encontro aula/sessão. Como numa série de investigação!

As atividades também foram preparadas para proporcionarem aos alunos um ambiente de aprendizagem colaborativa, onde eles dividiam tarefas, além de se organizarem para poder cumprir todas as atividades ao longo da investigação.

Nesse processo, os alunos mostraram-se motivados com o uso do idioma em um contexto diferente e este projeto acabou despertando ainda mais o interesse pelo idioma.