Relações afetivas: a poética do encontro

Relações afetivas: a poética do encontro

Colégio Santa Maria

13 Dezembro 2017 | 07h30

Autoria: Eliane Lima

Assim pensamos as relações interpessoais das crianças da Educação Infantil do Colégio Santa Maria. Sincronicidades e parcerias que se constituem na convivência das diferenças, nas preferências, nas trocas e nas experiências que atravessam. Experiências que esgarçam sentimentos de empatia e respeito. Vínculos construídos no contato diário envolvido pelo afeto e afetar – afetar que promove a formação de valores democráticos, ensina a dividir espaços, brincadeiras, saberes e, principalmente, compartilhar cumplicidade, cuidado, diálogo e escuta.

Neste movimento de perceber que o Colégio é mais que um espaço em que se estuda e se trabalha, cultivamos a ideia de levar os “amigos dos amigos, os nossos amigospara um dia especial de jogos e brincadeiras.

Manhã organizada pela poética do encontro – encontro com as vivências no bosque, com a música,  com as aulas de culinária,  as pinturas nas pedras, os desafios motores na quadra e…

com a pausa e silêncio de um delicioso piquenique!

Assim, com a responsabilidade de “grandes” as crianças cuidaram de seus amigos, refletiram o respeito e o zelo que vivem, diariamente,  nas relações, nos espaços e quintais da Escola. Levaram os colegas ao banheiro e ficaram esperando, deram as mãos e os acompanharam, cuidadosamente, no passeio ao bosque, ajudaram a organizar o espaço do lanche e a guardar potes e lancheiras.

Ensinaram, por meio de suas atitudes de acolhimento e respeito que “não somos separados pelas nossas diferenças, mas conectados por elas!”