Psine – Um Mergulho no Inconsciente

Psine – Um Mergulho no Inconsciente

COLÉGIO SANTA MARIA

18 Maio 2018 | 07h30

Autoria: Marcos Iki

 

Desde o início deste ano vem ocorrendo o Projeto Jano – Travessias Contemporâneas. Trata-se de um projeto de estudo nas Ciências Humanas do Ensino Médio do Santa Maria, dentro e fora dos currículos disciplinares, cujo tema foi eleito democraticamente pelo corpo discente.

O tema é saúde mental e adolescência. A escolha revela a premência de abrir-se espaço para que as(os) jovens possam refletir sobre suas formas de sofrimento, e da necessidade das escolas estarem abertas para a reflexão sobre o que seja a experiência de juventude hoje.

Dentre as diversas atividades deste projeto estão os Psines. Tratam-se de encontros para debater temas da psicologia que perpassam a experiência contemporânea de juventude, como a depressão e o suicídio.

Os encontros do Psine, sempre com uma(um) especialista da área, visam dar visibilidade às formas de adoecimento de jovens e também de adultos, aprofundar a reflexão sobre o que sejam estes fenômenos e vislumbrar suas imbricações complexas com o discurso social sobre saúde mental e com as condições estruturais e materiais para a vida psíquica na contemporaneidade. São instigados por um filme curto que se torna objeto de apreciação e ponto de partida para um olhar sobre o tema a partir de uma perspectiva mais distanciada do que a própria vivência de todos e todas presentes.

Os Psines têm se tornado também espaço para a troca de experiências pessoais, um espaço seguro para a elaboração coletiva acerca desses temas. A participação nesse processo amplia-se com a presença de senhoras e senhores do lar de idosos que são visitados no programa do voluntariado do Colégio Santa Maria; esse encontro permite um diálogo entre gerações e uma diversidade de perspectivas acerca destas questões.

Tem se percebido, ao longo dos eventos, um desenvolvimento conceitual e afetivo. Entre as(os) participantes recorrentes –  alunas(os), professoras(es), idosas(os) – observa-se uma progressiva capacidade de precisar conceitos, nuançar leituras e escutar melhor a fala do outro: o projeto tem cumprido  cada vez mais sua vocação de uma pesquisa significativa.