Matemática viva

Matemática viva

COLÉGIO SANTA MARIA

08 Junho 2015 | 07h00

0806relogio_de_sol

Confecção de Relógio de Sol de garrafa pet permite estudo de conceitos matemáticos. Projeto interdisciplinar integra ainda as disciplinas de Artes e Geografia

Com o objetivo de aprender, dar sentido e significado a alguns conceitos desenvolvidos com os alunos do 6º ano do Fundamental II, como senso de direção, pontos cardeais, leitura de mapa, escalas, estações do ano, coordenadas geográficas (latitude, longitude e meridiano), Astronomia (geocentrismo e heliocentrismo), paralelismo e perpendicularismo, ângulos, comprimento de uma circunferência, formas geométricas e o uso da bússola, utilizamos a construção do Relógio de Sol, buscando, por meio de aplicações práticas, a compreensão desses conceitos.  Para isso, desenvolvemos um projeto interdisciplinar, integrando os componentes de Matemática, Geografia e Artes.

0806_foto 2 0806_foto 3

Os materiais utilizados foram garrafas pet transparentes (reaproveitáveis), sobras de papel holler, barbante e etiqueta. Nas aulas de Matemática, em duplas, os alunos construíram os triângulos usando transferidor, esquadro e régua, com as medidas dos ângulos necessárias e levando em consideração a latitude da cidade de São Paulo, e fizeram o experimento do seu funcionamento usando a bússola para localizar os pontos cardeais. Nas aulas de Artes, os alunos pintaram e montaram a base de sustentação para a garrafa pet e, nas aulas de Geografia, desenvolveram os conceitos de pontos cardeais, leitura de mapa, estações do ano e coordenadas geográficas.

 

“Este projeto permitiu uma aproximação do modelo de Arquimedes, que misturava experimentação e dedução”, esclarece o professor Luis Carlos de Carvalho. É uma matemática mais viva, cujo resultado fascinou os alunos e propiciou a construção dos conceitos matemáticos, dando significado ao aprendizado.