Construções: o conhecimento matemático em ação

Construções: o conhecimento matemático em ação

Colégio Santa Maria

13 Setembro 2017 | 07h30

Autoria: Fatima Regina Fernandes Trigo Perazzoli

 

O trabalho com construções no Jardim II da Educação Infantil do Colégio Santa Maria possibilita o desenvolvimento de noções matemáticas, por meio de vivências planejadas, nas quais as crianças exploram conceitos como tamanho, altura, equilíbrio, peso, noções espaciais e de quantidade, classificação, pareamento, simetria e a resolução de problemas.

Individualmente ou em pequenos grupos, as crianças criam diferentes construções utilizando blocos de madeira, mosaico, potes, gravetos, bambus, tubos de papelão, animais de plástico e placas de madeira. A diversidade de material é importante para que ampliem suas pesquisas, estabeleçam relações, resolvam problemas e representem suas ideias, tornando visíveis suas aprendizagens, como podemos observar nos registros de alguns momentos vivenciados pelos alunos:


Ao explorar os tubos de papelão, por exemplo, Pedro empilha os de maior diâmetro construindo uma torre. Com a torre pronta, dirige-se à professora e diz: “Está mais alta que você!”

Em seguida constrói uma segunda torre utilizando tubos e bambus. Ao terminar, observa e estabelece nova comparação:Fá, você está mais alta que esta!” – Pedro mostra sua torre.

Em outro momento, Pedro manuseia os diferentes tubos de papelão. Com curiosidade observa, explora e estabelece relações entre eles.  Ao final, pega o tubo maior e dirige-se aos colegas dizendo: “Estes são muito pesados!”

Após a fala do colega, Henrique vai até a caixa e observa os tubos. Pega um tubo menor, levanta, aperta e em seguida diz: “Este é mole!”

Pedro, Henrique e Enzo iniciam uma construção. Colocam os tubos em pé, um tubo ao lado do outro. Em seguida, sobre cada tubo um bicho. Contam a quantidade de bichos colocados. Aos poucos, a construção ganha novos elementos e juntas as crianças decidem onde e como colocar cada objeto.

Dessa forma, construir, reconstruir e transformar por meio da interação com os objetos e ambiente traz oportunidades significativas de aprendizagem e convida a todos para momentos de investigação, garantido o desenvolvimento de habilidades cognitivas e, ao mesmo tempo, socioemocionais e motoras.

Ao criar suas construções, Pedro fez várias pesquisas. Seu maior desafio foi empilhar os objetos sem que caíssem. Explorou os diferentes materiais observando suas características. Além dos conceitos de equilíbrio, altura, peso e noções espaciais, o conceito de tentativa e erro esteve presente o tempo todo. Pedro mostrou-se persistente.

A cada conquista e construção realizada, fez questão de mostrar aos colegas e professora, revelando suas pesquisas e  aprendizagens. No decorrer de cada sessão dedicava-se a várias construções. Cada vez que finalizava uma, iniciava outra.