Compartilhando saberes

Compartilhando saberes

Colégio Santa Maria

30 Setembro 2015 | 13h28

Atividades do Jardim II do Santa Maria estimulam alunos a trocar conhecimentos, assumindo protagonismo e fomentando a autoestima

Colegas de outras turmas e familiares dos alunos do Jardim II foram convidados, entre outras atividades, a ouvirem a história “Sopa de botão de osso” (Brinque Book) contada de memória por uma criança de cinco anos, a assistirem à dramatização de um conto de fadas elaborado pelas crianças e a participarem de uma aula de culinária organizada por crianças pequenas que preparam “pãezinhos” (tijolos da construção) sem recorrer à receita.

Ao convidar os pais a compartilhar com seus filhos e com todo o grupo o que sabem fazer bem, todos viveram momentos em que o ordinário se tornou extraordinário, deixando mais do que aprendizagens, mas marcas afetivas e sociais.

3009_DSC03153 Foto Eli 3009_DSC02929 Foto Eli

E quais são os propósitos desse tipo de atividade? “A intenção foi mostrar às crianças o quanto elas são repletas de saberes e, principalmente, o quanto são capazes de socializar com amigos e familiares o que sabem fazer bem e que as tornam competentes”, relata a professora da série, Eliane Lima.

É uma forma do aluno perceber-se pertencente a um grupo, vinculado aos pares (amigos) que, ao mesmo tempo, são diferentes. Nessa mistura, nessa diversidade, surgem possibilidades de troca, parceria e crescimento. Brechas e espaços em que assumem tarefas, atravessam fronteiras e demonstram percursos de aprendizagens. Enfim, contato (com tato) que favorece a inclusão do diálogo, fortalece a autoestima, desenvolve a autonomia, a segurança e que torna visíveis as aprendizagens, na medida em que lhe é solicitado um papel ativo em seu processo de aprender – individualmente e em grupo.

3009_DSC03031 Foto Eli  3009_DSC03578 Foto Eli